Projetos turísticos da região de Franca receberão R$ 120 milhões de crédito estadual

Montante é resultado de seminário realizado dia 16 em Ribeirão Preto, que reuniu mais de 48 municípios

Postado em: em Economia

Cachoeira em Pedregulho é um dos pontos turísticos da região de Franca (Foto: Reprodução)

A Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo e a Desenvolve SP realizaram na última quinta-feira, 16, em Ribeirão Preto, o primeiro de uma série de dez eventos para disseminar o acesso ao crédito turístico a empresas e municípios paulistas. 

Reunindo prefeitos, empresas e instituições financeiras, o Seminário de Crédito Turístico para a Região da Alta Mogiana terminou com 49 atendimentos e projetos orientados no valor de aproximadamente R$ 120 milhões.

A iniciativa faz parte do Programa de Crédito Turístico, lançado no ano passado pelo Governo de São Paulo para viabilizar o acesso a linhas de financiamento oferecidas por instituições parceiras: BNDES, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. 

No total, há mais de R$ 1 bilhão em crédito disponível aos setores público e privado.

“Além de complementar o orçamento dos municípios paulistas, o programa é uma demonstração de que o Governo João Doria busca criar condições para atuar junto com a iniciativa privada no desenvolvimento do turismo, criando mais empregos e renda em todo o Estado”, disse o secretário estadual de Turismo, Vinicius Lummertz.

Foram convidados para o seminário 48 municípios das regiões de Franca e Ribeirão Preto, que juntos têm uma capacidade de endividamento de aproximadamente R$ 565 milhões, de acordo com a Desenvolve SP. 

Ribeirão Preto pertence a categoria “A” do Mapa do Turismo Brasileiro como uma das cidades que têm bom desempenho econômico no setor. 

É um importante destino turístico de negócios, acolhendo eventos de grande porte, como Agrishow (agronegócio) e Avirrp (agências de viagem).

O aeroporto de Ribeirão é o quarto maior do Estado, atrás de Guarulhos, Congonhas e Viracopos. 

No ano passado, a cidade teve um aumento de 27% no total de frequências aéreas semanais em comparação a 2018 (de 136 para 163), segundo levantamento divulgado em outubro pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear).

Além das equipes da Secretaria e da Desenvolve SP, o encontro teve a participação de representantes da Investe SP, do Sebrae-SP, do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. 

A programação da manhã contou com um painel para apresentar as linhas de financiamento e as oportunidades de crédito para o setor de turismo no Estado. 

A parte da tarde ficou reservada aos atendimentos individuais ao setor privado e workshops com as prefeituras. Ao longo deste ano, a Secretaria Estadual de Turismo pretende realizar mais nove encontros com a mesma proposta em outras regiões do Estado.


Artigos Relacionados