Professora de Franca concorre ao prêmio nacional Educador Nota 10

Rita Mozetti, da escola Adalgisa Gualtieri, concorre ao Prêmio com o projeto Pé de Livros Entre Amigos

Postado em: em Educação

Rita Mozetti concorre com mais 10 colegas ao prêmio Educador Nota, criado em 1998 pela Fundação Victor Civita que, desde 2014, realiza a premiação em parceria com Abril, Globo e Fundação Roberto Marinho

A professora Rita Mozetti, que neste ano ficou entre os 10 educadores nota 10 do país volta a concorrer ao prêmio edição 2021 com o projeto Pé de Livros entre Amigos. 

A luta de amigos e colegas da escola Adalgisa de São José Gualtieri é de ajudá-la a trazer mais este título para Franca.

O Prêmio Educador Nota 10 foi criado em 1998 pela Fundação Victor Civita que, desde 2014, realiza a premiação em parceria com Abril, Globo e Fundação Roberto Marinho.

Reconhece e valoriza professores da Educação Infantil ao Ensino Médio e também coordenadores pedagógicos e gestores escolares de escolas públicas e privadas de todo o país.

O Prêmio tem o patrocínio da Fundação Lemann, SOMOS Educação e BDO, e o apoio da Nova Escola, Instituto Rodrigo Mendes e Unicef. Desde 2018, o Prêmio Educador Nota 10 é associado ao Global Teacher Prize, prêmio global de Educação.

Rita Marta Mozetti Silva é responsável pela matéria de Língua Portuguesa – 5º Ano / Anos Iniciais do EF da escola estadual Adalgisa De São José Gualtiéri

AÇÃO 

Crianças de 5º ano lendo e discutindo Dom Quixote, Iracema, Os três mosqueteiros, Romeu e Julieta! 

A professora Rita conseguiu a proeza nas terças-literárias, atividade de trocas de comentários, recomendações e retiradas de títulos para leitura individual. 

Tudo começou na sessão em que leu trechos do original de Cervantes. 

Os alunos se interessaram pela história e a educadora sugeriu boas adaptações da obra, para lerem sozinhos.

Eles também produzem indicações de livros e resenhas em um processo cuidadoso que inclui etapas coletivas e revisões para aprimorar o texto. 

O gosto pela literatura se espalhou pela escola e uma árvore onde os livros são pendurados acolhe colegas de outros anos e visitantes de unidades próximas.

A família se envolve nas leituras, participa dos encontros às terças, escreve indicações e colabora no vlog literário dos alunos. 

O Pé de livros já deu frutos: um projeto de leitura em voz alta nos recreios e em unidades escolares do entorno e um pedágio literário, em que as crianças entregam livros arrecadados em doações.

“Meus alunos, além de leitores assíduos e críticos, sentiram-se responsáveis por levar e despertar esse gosto pela leitura nas outras pessoas. Foram até para as ruas, distribuir livros para a comunidade,” disse.

Vamos votar na professora Rita Mozetti e clique aqui: http://premioeducadornota10.org/votacao-popular/2020/



Artigos Relacionados