Prefeitura vai transferir aulas de judô para prédio que originou ação civil

Prefeito é processado por improbidade administrativa ao pagar aluguel de prédio desocupado

Postado em: em Política

A Prefeitura de Franca vai transferir as aulas de judô de crianças e adolescentes pagas pelo município para a população para o prédio onde funcionava a Incubadora de Empresas da cidade, na Rua Antônio Bernardes Pinto, Vila Chico Júlio.

A decisão da transferência ocorreu no dia dez de dezembro, durante uma reunião que definiu como o espaço será ocupado. A transferência, porém, não teria agradado professores do judô, que antes davam aulas na Vila Santos Dumont, próximo ao Internacional.

A ocupação do espaço será uma forma da Prefeitura ocupar o prédio da antiga Incubadora, que estava sendo pago com dinheiro público, R$ 9 mil mensais, e não vinha sendo utilizado, situação que perdurou praticamente o ano passado todo.

Houve uma denúncia do Observatório Social do Brasil e o Ministério Público entrou com ação civil pública, em dezembro, cobrando a devolução dos valores pagos indevidamente, já que o prédio está sem qualquer atividade.

A Promotoria pede que R$ 313 mil sejam pagos pelo prefeito Gilson de Souza (DEM), único réu na ação, a título de valores pagos indevidamente, além de multas. Gilson poderá também perder seus direitos políticos e até o cargo de prefeito, se for condenado.


Artigos Relacionados