Prefeitura de Guaíra vai retirar árvores condenadas de Praça na Av. José Flores

Árvores estão corroídas internamente por cupins o que comprometeu a estabilidade das mesmas

Postado em: em Cidades

Após minucioso trabalho de pesquisa e criteriosos exames da condição estrutural, a Prefeitura Municipal decidiu fazer a supressão das árvores, da espécie “flamboyant”, que ornamentam a Praça “José Ursulino Bernardes – Zé Pandeiro”, localizada na Avenida José Flores, entre as avenidas 33 e 35, no Jardim Paulista. O laudo sobre a “saúde” das árvores foi elaborado pelo engenheiro ambiental da Secretaria Municipal da Agricultura e Meio Ambiente, Alaor Borges Pinheiro Neto.

As árvores da referida praça estão corroídas internamente por cupins o que comprometeu a estabilidade das mesmas, podendo ocasionar quedas que poderiam danificar imóveis, veículos, fiação elétrica e na pior das hipóteses, atingir algum pedestre ou frequentador do espaço.

Na última semana o Secretário de Gestão, Obras e Infra-estruturara, José Carlos Augusto, acompanhado do engenheiro ambiental, Alaor Pinheiro Neto e do engenheiro agrônomo e paisagista, Reginaldo Itiro Muraishi, estiveram na praça para definir o que será feito no local, após a retirada das árvores.

De acordo com a orientação do prefeito José Eduardo Coscrato Lelis, a praça será totalmente revitalizada. Novas espécies de árvores serão plantadas e um novo gramado será cultivado no local. Os bancos que estão danificados serão reformados e novos serão instalados para dar maior conforto aos frequentadores daquele espaço. O calçamento do entorno da praça que está totalmente quebrado, em virtude das raízes das árvores, também será refeito, além da reformulação do sistema de iluminação do local.

“Nós estamos nos antecipando aos problemas. Estas árvores podem cair e prejudicar a população, principalmente com a estação dos ventos que está próxima. Com esta revitalização esta área da cidade ficará muito mais bonita e irá beneficiar a todos os moradores das imediações e ainda proporcionando mais segurança com uma maior visibilidade daquele espaço”, disse o Secretário de Gestão e Obras, José Carlos Augusto.

O prefeito José Eduardo falou da importância dessas intervenções preventivas. “Nós temos que pensar nas pessoas que moram próximas àquela praça e aos frequentadores daquele local. A situação daquelas árvores, hoje, é de perigo para essas pessoas. Então temos que nos antecipar e evitar essas situações que colocam em risco a população. Com certeza, ao final, a população vai gostar muito do projeto que iremos implantar naquele local”, disse o Chefe do Executivo.

O processo de supressão das árvores condenadas deverá começar nos próximos dias. 


Artigos Relacionados