Cristais Paulista: prefeita faz projeto para proibir fogos com estampidos

Simpatizante da proteção aos animais, Katiuscia fez um projeto para proibir fogos com estampidos na cidade

Postado em: em Cotidiano


O primeiro Projeto de Lei do ano de 2020, elaborado pela prefeita Katiuscia Leonardo Mendes, de Cristais Paulista, proíbe no município a utilização de fogos de artifício e qualquer tipo de explosivos que causem poluição sonora.

O mesmo projeto estabelece a exceção de que fica permitida a utilização desses artefatos sem estampido (silenciosos), a fim de proteger o bem estar da comunidade, dos enfermos e dos animais.

A prefeita Katiuscia diz que esse projeto atende principalmente às reivindicações dos protetores de animais no município.

Mas não é só isso: há uma infinidade de pedidos, sugestões e críticas recebidas, principalmente durante o réveillon.

Para justificar o projeto de lei, a prefeita Katiuscia Leonardo Mendes seguiu a tendência já adotada em várias cidades do Brasil e mesmo na região. 

"Mas valeu principalmente a minha vontade, pois também sou ativista na proteção animal", revelou, marcando sua posição diante do assunto.

Sabe-se que na cidade de Cristais Paulista é grande o número de animais domésticos. Tais animais possuem grande sensibilidade auditiva e grande facilidade para se tornarem vítimas de traumas irreversíveis com a queima de fogos de artifício. 

Juntamente com os animais, pessoas enfermas e outras pessoas também estão passíveis dos mesmos traumas e danos à saúde.

Frise-se que o Projeto de Lei não objetiva impedir os festejos de fim de ano, dia da Padroeira, Festa de Peão, comemorações esportivas ou de qualquer época do calendário.

"Apenas visa proibir que sejam usados artefatos que causem barulho, estampido e explosões, causando risco à vida humana e dos animais", explicou a prefeita.

O projeto será encaminhado junto a outros para votação em sessão extraordinária ainda essa semana. "Espero contar com a compreensão de todos nossos vereadores", afirmou a prefeita, certa de atender um desejo da população.


Artigos Relacionados