Prazo para prefeito Gilson apresentar defesa escrita vence na próxima semana

Comissão Processante quer conhecer justificativas de Gilson de Souza sobre denúncias feitas na Câmara

Postado em: em Política

O prefeito Gilson de Souza (DEM) tem prazo até a próxima segunda-feira, dia 23, para entregar sua defesa por escrito à Comissão Processante que apura denúncias contra ele. O prazo de dez dias úteis venceria na sexta-feira, mas em razão do feriado foi estendido.

Gilson foi notificado pela comissão na sexta-feira, dia seis de outubro, e o prazo começou a contar na segunda-feira, dia nove. A defesa por escrito é uma das fases processuais obrigatórias da CP, que tem de garantir ampla defesa ao prefeito neste tipo de situação.

Gilson de Souza foi denunciado pelo radialista Marcelo Bomba, por suposta renúncia de receitas pelo município, ao não tomar medidas para combater a invasão de vendedores ambulantes, vindos a Franca de várias partes do país.

A segunda denúncia é de que teria havido favorecimento, pela administração municipal, da construtora Pacaembu de Ribeirão Preto para a execução de um empreendimento em Franca de cunho totalmente particular.

O denunciante afirma que, além de utilizar espaço público, a Praça Nossa Senhora da Conceição, a construtora teria tido seu projeto privilegiado em relação a outros projetos que aguardam aprovação do poder público.

Na última semana, Gilson anunciou a liberação do projeto da construtora Pacaembu, de Ribeirão, e de outras quatro, de uma só vez. O curioso é que a Pacaembu deu início ao processo de vendas das casas mesmo antes da autorização pelo poder público acontecer.

Artigos Relacionados