Ponte em Delfinópolis tem previsão de ser finalizada em até 24 meses

Projeto permite a busca por recursos para a execução da ponte que dará acesso 100% asfaltado a Delfinópolis

Postado em: em Obras

A Prefeitura de Delfinópolis recebeu nessa sexta-feira o Projeto Básico para a construção da Ponte na MG-856, conforme divulgação exclusiva do Jornal da Franca. 

A obra vai transpor o reservatório da Usina Hidrelétrica de Mascarenhas de Moraes, interligando Cássia a Delfinópolis em alternativa à travessia em balsa.

Um passo decisivo foi dado para a construção da ponte, com FURNAS cumprindo o compromisso firmado. Os estudos e projetos entregues vão subsidiar a solicitação de recurso junto aos governos Federal e Estadual para dar andamento na obra.

O custo total é previsto, inicialmente, em R$ 67 milhões (R$ 67.437.764,54) para ser executada em 24 meses.

Os valores servem de referência para angariar fundos para a execução da obra e poderão passar por revisões. 

O Projeto Básico estabelece as normas e diretrizes que deverão ser seguidas nos futuros estudos adicionais que vão compor o Relatório Final do Projeto e os Documentos para Contratação do Projeto Executivo e da Obra. 

O pedido pela ponte é feito pela comunidade local há algum tempo. Afetados pelo represamento do Rio Grande, os moradores viram o desenvolvimento chegar à região e, com isso, milhares de turistas e toneladas de produção agrícola dependem da travessia da balsa para passarem entre Cássia e Delfinópolis.

Hoje, a cidade conta com opções de entrada limitadas pela terra e pela água. As únicas formas de se chegar ao município são por meio de travessia em balsa sobre o Rio Grande, chegando por Cássia pela LMG-856, ou pela BR-464, com percursos que variam entre 40km a 70km de terra na rodovia que, apesar de ser federal, chega a ficar intransitável durante os dias de chuva.

Por isso, a gestão de Delfinópolis, com a prefeita Suely e os vereadores à frente, levou a necessidade da construção da ponte para ser discutida junto dos municípios da região. 

Deputados e parceiros auxiliaram, com destacado apoio do Presidente Nacional do SEBRAE, Carlos Melles, e do deputado Cássio Soares, na sensibilização das autoridades para as carências.

Em 2017, o resultado do trabalho chegou com o planejamento de ações em conjunto com FURNAS, trazendo a conquista do Projeto Básico no final de 2019. 

Agora, em 2020, temos o compromisso de angariar os recursos, acreditando na construção da realidade sonhada pela população de Delfinópolis.



Artigos Relacionados