Pets contribuem para a redução de estresse e tornam os lares mais alegres

Com sua alegria e amor, animais de estimação ajudam a prevenir ansiedade e outros males

Postado em: em Mais+

​Cada vez mais os francanos estão abrindo os seus lares para animais de estimação. De acordo com a última Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), feita com dados colhidos em 2013 e divulgados no final de 2015, 44,3% dos lares brasileiros possuem pelo menos um cachorro – em Franca, os últimos levantamentos apontam que 38% dos domicílios possuem, pelo menos, um cão e em 4% pelo menos um gato. Contudo, acredita-se que este número cresceu com o passar do tempo. Isso só evidencia o quanto os animais de estimação estão presentes no cotidiano da sociedade e o quanto são queridos.

Mas, claro, toda esta realidade tem um porquê. Todo tutor sabe o quanto os cachorros conseguem tornar um dia estressante em um dia feliz. Basta pular de alegria ao reencontrar o dono, segui-lo por todos os cantos da casa ou balançar o rabinho enlouquecidamente ao ouvir a voz do tutor. Estas e outras atitude dos cães e gatos podem transformar de mediano em excelente o dia de qualquer pessoa.

A assistente social Camila Barros Guimarães, 36 anos, concorda com essa premissa e diz que é só chegar em casa e ser recebida com festa por sua gatinha Mel, que todo o desgaste e problemas do dia a dia ficam de lado. “É revigorante ter esse aconchego, esse amor, essa alegria. Ela renova meus dias e me dá mais serenidade”, diz Camila, completamente feliz com o companheirismo do seu pet de estimação.

E quem acha que os benefícios de se ter um animal em casa refletem apenas em questões emocionais, está enganado. Segundo pesquisas feitas pela Associação Americana de Saúde do Coração, é possível relacionar o convívio de animais de estimação com a diminuição de risco de doenças cardíacas e de maior longevidade. Outros estudos, por exemplo, indicam que a relação entre pessoas e animais também proporciona a prevenção de depressão, ansiedade e estresse na saúde do tutor. Essas informações são corroboradas por um estudo australiano realizado pelo Instituto de Pesquisa Médica Baker, que pesquisou, ao longo de três anos, que os animais contribuem para a redução da pressão sanguínea, bem como para a diminuição dos níveis de colesterol.

As vantagens

Para a especialista Verônica Souza de Lima, psicóloga que estuda a relação entre humanos e animais, um pet pode trazer muitas vantagens para a vida das pessoas e, consequentemente, fazer bem à saúde. “Os animais de estimação trazem muitos benefícios para as pessoas e promovem o controle da pressão sanguínea, uma melhor respiração e ainda auxiliam seus donos a sorrirem mais. Gargalhadas diminuem os índices de cortisol, hormônio do estresse, e aumentam os níveis de serotonina, substância responsável pela sensação de bem-estar”, salienta.

Neste caso, o cão não é o único “melhor amigo do homem”. Outros animais, como gatos, pássaros e até peixes, também podem aumentar a autoestima e fortalecer o sistema imunológico de seus donos. Para isso, basta saber escolhê-los. No caso dos cães, os terapeutas de quatro patas precisam ser dóceis e sociáveis, segundo conselhos da maioria dos veterinários. “Só quem tem um animal de estimação para saber o bem que eles nos proporcionam. É algo que não tem preço”, diz Camila, que já pensa em dar uma irmãzinha para Mel. 


Artigos Relacionados