Pedidos de recuperação judicial caem 3,4% no mês de novembro

Entre janeiro e novembro deste ano, o índice apresentou queda de 2,2% em relação ao mesmo período de 2018

Postado em: em Economia

Os pedidos de recuperação judicial caíram 3,4% em novembro na comparação com o mesmo mês do ano passado. Segundo o Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações Judiciais, em novembro ocorreram 114 solicitações, resultado inferior a 8,1% inferior a outubro.

Entre janeiro e novembro deste ano, o índice apresentou queda de 2,2% em relação ao mesmo período de 2018, com 1.268 requerimentos.

Para o economista Luiz Rabi, da Serasa Experian, apesar da queda no índice, as empresas continuam enfrentando dificuldade financeira. “A economia cresceu 1% em um ano, mas é necessário crescer bem mais e de uma forma mais disseminada para que as estatísticas de insolvência recuem mais significativamente, e não apenas em alguns poucos setores.”

A maior parte dos pedidos de recuperação judicial foi no setor de serviços (50), seguido pelo comércio (33), pelo setor primário (16) e pela indústria (15). Mais da metade dos pedidos de recuperação ocorreram entre as micro e pequenas empresas (69).

Os pedidos de falência também caíram no período, passando de 123 para 86 na comparação anual. Na comparação com outubro, a queda foi de 39,9%.


Artigos Relacionados