Papa Francisco aceita renúncia de padre que é réu por desvio de dízimos

Padre José Ronaldo Ribeiro, bispo de Formosa, teria desviado R$ 1 milhão

Postado em: em Religião

O ​papa Francisco aceitou nesta quarta-feira (12) a renúncia do bispo de Formosa (GO), José Ronaldo Ribeiro, que é réu por lavagem de dinheiro, associação criminosa, falsidade ideológica e apropriação indébita.   

O líder da Igreja Católica também nomeou um administrador apostólico para comandar a diocese, o arcebispo metropolitano de Uberaba (MG), Paulo Mendes Peixoto.   

Em março passado, o juiz da 2ª Vara Criminal de Formosa, Fernando Oliveira, aceitou denúncia do Ministério Público de Goiás contra dom José, outros cinco sacerdotes e dois empresários. Os religiosos são acusados de desviar mais de R$ 1 milhão em dízimos da Igreja.   

O dinheiro teria sido utilizado para a compra de uma fazenda de gado e de uma casa lotérica em Posse (GO), além de relógios de grife, correntes de ouro e um celular via satélite. 


Artigos Relacionados