Conscientização é a palavra de ordem contra a Covid 19 em Franca

Mesmo com os esforços políticos e da Administração, população deve fazer sua parte na prevenção

Postado em: em Política

Palamoni também relembrou as ações realizadas pela Câmara para tentar resolver a falta de vagas de UTI na cidade e, assim, contribuir para tirar Franca da fase vermelha do Plano São Paulo

Tendo em vista os baixíssimos índices de isolamento na cidade (a taxa registrada ontem é de 42% apenas, quando o mínimo aceitável é 55%), o presidente da Casa de Leis, o vereador Pastor Palamoni (PSD) rogou à população que segue as normas para evitar a proliferação de casos.

“Precisamos da conscientização dos munícipes na questão dos cuidados como isolamento social – Franca sempre teve o menor índice [do estado de São Paulo] -, o uso de máscaras e de álcool em gel”, ressaltou

Ele ainda explicou que, “mesmo que tenhamos muitos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), a disseminação vai crescer cada dia mais se a população não contribuir”.

Palamoni também relembrou as ações realizadas pela Câmara para tentar resolver a falta de vagas de UTI na cidade e, assim, contribuir para tirar Franca da fase vermelha do Plano São Paulo.

Entre as providências, estão a solicitação da criação de um fundo emergencial, que seria composto pelo Orçamento Impositivo (R$ 5,3 milhões aproximadamente) e sobras do duodécimo da Câmara, no valor de R$ 2,7 mil; e a realização de uma reunião no mês passado para tratar do problema.

Na ocasião, diversas autoridades das esferas municipal, estadual e federal debateram planos de ações no Plenário da Câmara.

Os vereadores também enviaram ofícios para deputados estaduais a fim de solicitar a ampliação de leitos de UTI em Franca, assim como verbalizaram tal pedido em diversos discursos na Tribuna, durante as Sessões Ordinárias.  


Artigos Relacionados