​Obras no Terminal de Ônibus do centro terão início nesta sexta-feira

Levantamento mostra que desde a sua inauguração em 2000, nunca havia recebido esse tipo de cuidado.

Postado em: em Trânsito

Por força de exigências estabelecidas pela Prefeitura de Franca no recente contrato de concessão do transporte coletivo, começarão nesta sexta-feira, 23, as obras de reforma no Terminal de Ônibus 'Ayrton Senna da Silva', no centro da cidade.

Levantamento mostra que desde a sua inauguração em março de 2000, nunca havia recebido esse tipo de cuidado. 

Por conta da complexidade dos serviços previstos, que serão executados sem a interrupção do atendimento aos usuários, diversas mudanças foram pensadas previamente e entraram em vigor desde a meia-noite de quinta-feira, com a restrição de veículos particulares nas vias ao entorno do Terminal.

As exceções durante o período das obras ficarão limitadas aos estabelecimentos das imediações até as 9 horas, para fins de carga e descarga de mercadorias. 

Uma das alas do Terminal, que envolve duas baias que atendiam os usuários dos ônibus das regiões Leste e Norte, fazendo frente para a rua Marechal Deodoro, serão isoladas com tapumes para início dos serviços, executados simultaneamente por três empresas.

Uma delas vai cuidar da substituição da cobertura de polipropileno, outra da estrutura metálica, adotando as medidas cabíveis de acordo com as avaliações in loco e a terceira trabalhando na limpeza e revitalização dos espaços de circulação, sanitários e demais instalações. 

Haverá uma estrutura de sanitários químicos para atendimento do público no instante em que as equipes estiverem trabalhando nessa área. 

As áreas reservadas ao embarque e desembarque dos passageiros serão de frente para a rua General Telles, com a utilização de uma parte da cobertura do Terminal e outra a calçada da citada via, em frente aos estabelecimentos comerciais ali existentes.

Nos trechos dessas vias, General Telles, Marechal Deodoro e Couto Magalhães estará proibido o estacionamento durante o estágio de obras, previsto para 180 dias.

As rotas alternativas

A Prefeitura, acionando suas equipes da Emdef, Secretaria de Segurança e Cidadania, Guarda Civil Municipal e contando com o apoio da Polícia Militar, pensou previamente nas alternativas de rotas com o impedimento do tráfego nas vias que circundam o Terminal.

Foi montado um gráfico ilustrativo, fixado no Terminal e divulgado na imprensa, nas redes sociais, no site, orientando os motoristas que trafegam pela rua General Telles com sentido ao centro da cidade. 

Existe a saída à direita logo após o pontilhão, na rua Homero Alves, depois à esquerda nas ruas Augusto Marques e Couto Magalhães.

A sinalização está reforçada nessas imediações a partir dessa sexta-feira. 

Quem estiver transitando pela rua Ouvidor Freire, em frente ao Terminal poderá virar à esquerda, na Praça do Correio ou seguir em frente. 

Quem desce pela rua Saldanha Marinho, segue em frente rumo a Estação ou pode virar à esquerda, na rua Augusto Marques, já que a Couto Magalhães estará impedida. 

Os semáforos existentes nessa rua, entre General Telles e General Carneiro, também serão ajustados à nova realidade, de maneira a evitar possíveis congestionamentos.


Artigos Relacionados