O que você precisa saber antes de começar a operar na bolsa de valores

Viver da bolsa de valores é, sim, mais simples e mais fácil do que as pessoas costumeiramente idealizam.

Postado em: em Economia

O sonho está escrito: largar o seu emprego, trabalhar o quanto e de onde você quiser no mercado financeiro como trader e aproveitar ganhos exponenciais com a ajuda dos juros compostos. 

Basicamente, ficar rico mais rápido do que você imagina e viver a vida como ela merece ser vivida.

Verdadeiro ou falso? Bem, um pouco dos dois, mas numa dosagem bem equilibrada de realidade. 

Viver da bolsa de valores é, sim, mais simples e mais fácil do que as pessoas costumeiramente idealizam. 

Mas como tudo tem um porém, a má notícia é que falar de investimentos é falar sobretudo de paciência – e que se passam meses, às vezes anos, até que de fato esse processo se torne simples.

Você precisa de um plano real com passos que possam ser seguidos. 

Precisa primeiro desenvolver a mentalidade de trader, de empresário e ao mesmo tempo de aprendiz; precisa conhecer os mercados, maneiras de agir e definir estratégias de operação; e precisa investir dinheiro em softwares, equipamentos e proteções.

A vida de trader não é uma vida de um empregado comum. Se você for operar pensando em um salário fixo, nos mesmos horários de trabalho, seu pensamento é incompatível. 

Além disso, você precisa ser humilde o suficiente para se entender como um iniciante da bolsa, que requer constante mente aberta, aprendizado e disciplina.

Para viver no mercado financeiro, você precisa de fundamentos que irão guiar sua tomada de decisão: ações, forex ou futuros? Position, swing ou day trading? Médias móveis ou canais de donchian? 

Nada é no achismo. É um exercício de responsabilidade pelas suas escolhas. Você precisa criar um sistema de operações que seja compatível com os seus desejos e com a lógica.

Opere com toda a disciplina do mundo, não hesite em seguir a sua própria metodologia e nunca deixar o medo te vencer – senti-lo é totalmente compreensível.

Essa é a mentalidade básica. Mas é tudo que você precisa? Não! Também existe uma preparação técnica: ter conta em um banco ou corretora nacional ou internacional? 

Quais softwares devem ser utilizados para analisar os ativos? Como se planejar para garantir uma reserva para taxas e serviços? E o mais importante: sempre pagar impostos sobre os lucros – não tem escapatória.

É um caminho árduo, mas o resultado aparece. Suportando os momentos difíceis e controlando o seu ego nos mais fáceis, quando você começa a viver do mercado financeiro, tudo o que você achou que iria acontecer realmente acontece. 

Você só não ganha mais dinheiro, como também ganha muito mais liberdade.

Análise Técnica: Como Ser um Trader da Bolsa de Valores

Quem se interessa pela bolsa com certeza já viu aqueles gráficos de preço, muitas vezes em mesas de operações com diversos monitores e acaba tendo a impressão que para operar no mercado é preciso ser um expert e gastar muito tempo tanto para estudar como para acompanhar o mercado. 

Na verdade, existem duas principais questões para se ter lucro com ações na bolsa: saber onde investir e saber quando comprar e quando vender.

E são exatamente essas questões que a Análise Técnica soluciona. Ou seja, através de análises simples e rápidas dos gráficos é possível aproveitar o potencial de lucro que a bolsa oferece. 

Além disso, através dessa ferramenta, você ganha 100% de autonomia para tomar as suas próprias decisões.

Só que uma coisa é ter lucro. Outra coisa é ter sucesso na bolsa. Para isso você também precisa saber gerenciar os seus riscos. .

Quase todos os cursos de formação de traders ensinam o aluno a replicar técnicas ou setups, porém quando existe um contexto diferente na precificação do ativo, há a necessidade de mudar técnicas. Existem cursos para aquele que deseja ser um negociador, um trader profissional, não um técnico profissional e um replicador de setups. 



Artigos Relacionados