Não clique! Netflix e álcool gel de graça são os novos golpes do momento

Em tempos de quarentena por causa do coronavírus, redobre o cuidado com o que chega no seu WhatsApp

Postado em: em Tecnologia

AMBEV: É GOLPE

Está correndo nas redes sociais um golpe que menciona a cervejaria Ambev.

Transmitido quase que exclusivamente pelo WhatsApp, leva uma mensagem e pede o cadastro para retirada de álcool gel em postos de recolhimento da empresa.

O golpe pede que você preencha seu CEP. No Twitter, a Ambev desmentiu a informação e alertou para o golpe.

GOVERNO: É GOLPE

 Outro golpe — identificado pela empresa de segurança digital Kaspersky— é uma mensagem via WhatsApp que promete informações sobre a atual situação da crise de saúde no país e um kit gratuito com máscara e álcool gel, a ser dado pelo governo federal. 

A mensagem falsa leva o usuário para uma página falsa do governo federal, traz supostas informações sobre a quantidade de pessoas infectadas e mortas pelo Covid-19 e dá dicas de prevenção.

E para receber o suposto kit, o site pede que o internauta dê dados pessoais como nome, CPF e endereço completo. 

Ao final, pede para a vítima compartilhar o site com amigos e grupos para ajudar a "salvar vidas". 

NETFLIX: É GOLPE

"A Netflix liberou o acesso aos filmes"; "app rastreia casos de coronavírus"; "veja documentos sobre a doença". 

Está recebendo mensagens desse tipo no seu WhatsApp ou email? Pense duas vezes antes de acreditar nelas, pois criminosos estão aproveitando o momento para espalhar diferentes golpes e vírus online para sequestrar seus dados ou ter acesso ao seu aparelho. 

Uma mensagem começou a circular dizendo que a Netflix liberou o acesso a seus filmes e séries, gratuitamente, durante o tempo de isolamento causado pela pandemia. 

Para acessar a promoção, basta clicar em um link e se inscrever. É preciso ser rápido pois as vagas são limitadas. Suspeito, não?

A tal mensagem diz que o cadastro deve ser feito no site netflix-usa.net, que não é o domínio oficial da plataforma. 

Golpe detectado! Clássico caso de phishing, usando o desespero das vítimas para induzi-las a preencher informações pessoais, como CPF, endereço e data de nascimento, que podem ser usadas pelos criminosos em diversas fraudes.

Desde fevereiro, a Netflix no Brasil não tem mais o período de teste grátis por 30 dias, e por enquanto, a empresa não tem nenhuma ação especial para o período de quarentena. 

Se receber esta mensagem, não clique no link e nem compartilhe com seus contatos. Diversos provedores de serviços de internet e entretenimento estão abrindo seus serviços neste período, mas —pelo menos por enquanto— não é o caso da Netflix.


Artigos Relacionados