Museu Interativo de Ciências de Franca bate recorde de público com exposição

Mais de mil alunos e visitantes estiveram no local para a mostra "A Química na História da Humanidade"

Postado em: em Ciência

Com recorde de público, o Museu Interativo de Ciências reuniu, nas duas últimas semanas, mais de mil alunos e visitantes interessados em conhecer a exposição “A Química na História da Humanidade”.

Devido ao grande sucesso, a exposição que fez parte da 17ª edição da Semana do Museu, realizada de 13 a 17 de maio, foi estendida para atender à demanda.
Através da história e da química, a coordenadora e professora, Sandra Falbo Pereira da Silva, ensina sobre alguns elementos comuns e exemplifica na prática, reações que estes podem gerar. É uma experiência diferente e uma boa didática que os alunos recebem fora do ambiente da sala de aula. 

Além dos experimentos, o Museu de Ciências conta com pelo menos 20 equipamentos que envolvem física, matemática e biologia. “É uma forma de aprendizado não formal, divertida, que as crianças gostam muito e elas saem daqui um pouco melhor do que entraram”, comentou Sandra.

Para os pequenos, o momento mais aguardado é o gerador de Van de Graaff. Quando ele, em formato de cilindro com uma grande bola no topo começa a carregar, a carga elétrica é transferida a quem o estiver tocando. Como os folículos capilares dessa pessoa estão carregados, eles tentam repelir uns aos outros. É por isso que os cabelos ficam em pé e geram grandes gargalhadas na turma.

O horário de funcionamento do Museu segue de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, e à noite com agendamento. Está localizado na sala 36, no terceiro andar do prédio do Champagnat.


Artigos Relacionados