Mulher fica irreconhecível após reação alérgica a remédio para ouvido - veja

Alergia severa a remédio para tratar infecção de ouvido deixou mulher com rosto irreconhecível

Postado em: em Saúde

Uma americana de 38 anos ficou com o rosto irreconhecível após ter uma reação alérgica severa aos remédios para tratar uma infecção no ouvido.

Rachel Carey começou um tratamento com amoxicilina, medicamento que já havia tomado algumas vezes sem ter algum tipo de problema. 

Porém, na manhã seguinte a consulta, ela sentiu náuseas e viu sua pele borbulhar.

Rachel relatou que após a reação alérgica foi ao hospital três vezes, mas em todas às vezes foi mandada de volta para casa. 

Na quarta vez, os médicos resolveram interná-la em uma unidade de tratamento para pessoas com queimaduras, pois sua condição piorou drasticamente.

A texana foi diagnosticada com a síndrome de Stevens-Johnson, tipo de doença necrólise epidérmica tóxica causada por uma reação a um medicamento, e ficou 12 dias internada.

Em entrevista ao DailyMail, Rachel contou que sentia bastante coceira na pele, além de ter pequenas bolhas e inchaço nos olhos e lábios, como primeiros sintomas, se espalhando logo depois para o resto do corpo.

“Eu nem me reconheci ao me olhar no espelho, me sentia um monstro. Já tinha tomado os remédios anteriormente, mas não sei o motivo. Meu corpo os rejeitou desta vez”, disse Rachel, que temia não poder voltar mais a trabalhar.

O caso ocorreu em novembro de 2019, mas só agora foi revelado. Apesar de ter a aparência recuperada. Rachel ainda sofre com olhos secos e descoloração suave da pele.

Rachel conta que resolveu tornar seu caso público em uma tentativa de conscientizar médicos e pacientes sobre a síndrome de Stevens-Johnson.

“É preciso haver educação e conscientização sobre essa condição e advertências nos rótulos das farmácias de que a síndrome de Stevens-Johnson é um efeito colateral grave”.

*Informações MSN


Artigos Relacionados