'Não cedo a modas': morre de Covid homem que se negava a usar máscara

"Deixem-me ser claro. Não vou comprar a porcaria de uma máscara", disse o veterano do exército

Postado em: em Saúde

Richard Rose morreu por causa das complicações da doença, no dia 4 de julho

Richard Rose, um veterano do exército, morreu devido às complicações da doença Covid-19, no passado dia 4 de julho, depois de ter afirmado, nas redes sociais, que se recusava a usar máscara por não ceder a "modas".

O homem, que serviu no exército durante nove anos, morreu em casa, em Port Clinton, Ohio, alguns meses depois de ter feito nas redes sociais uma publicação onde dizia que não usaria a proteção. Deixem-me ser claro. Não vou comprar a porcaria de uma máscara. Cheguei até aqui sem ceder a modas", escreveu em 28 de abril.

Richard fazia várias publicações sobre as suas saídas num momento em que se pedia para as pessoas não fazerem ajuntamentos. Aliás, o homem teria contraído o vírus depois de uma ida a uma piscina pública, onde estavam várias pessoas desprotegidas.

Quando adoeceu, as suas publicações foram mudando de tom: "Isto da Covid é uma treta. Estou sem fôlego só de estar sentado". 

E agora, as suas publicações têm sido compartilhadas nas redes sociais como forma de sensibilização para os perigos da doença e a importância de seguir as recomendações das autoridades de Saúde.


Artigos Relacionados