Mês da Consciência Negra: diversas atividades marcam comemoração em Franca

Oficinas, palestras, apresentações musicais e de dança, podem ser vistas gratuitamente até início de dezembro

Postado em: em Cultura

Exibição do documentário Menino 23 - Infâncias Perdidas no Brasil é uma das atrações da programação do mês

O Comdecon – Conselho Municipal da Consciência Negra – realiza neste mês de novembro, diversas ações comemorativas e de conscientização sobre o fortalecimento e inserção plena dos negros na sociedade e contra o preconceito. A programação teve início no dia 1º de novembro e segue até 2 de dezembro. Abaixo, seguem informações sobre datas, horários, locais e as respectivas atividades do Mês da Consciência Negra, cuja data comemorativa é o dia 20 de novembro.

Mês da Consciência Negra: "Resistimos como Mandela"

Em 20 de novembro, o país celebra o Dia Nacional da Consciência Negra, data escolhida por marcar o dia da morte de Zumbi dos Palmares, um dos maiores símbolos de resistência e luta contra a escravidão.

Nelson Mandela (1918-2013) foi presidente da África do Sul. Foi o líder do movimento contra o Apartheid - legislação que segregava os negros no país. Condenado em 1964 à prisão perpetua, foi libertado em 1990, depois de grande pressão internacional, tornando-se um dos maiores símbolos de luta e resistência dos tempos modernos.

09/11 – QUINTA-FEIRA

 

“ABAYOMI”


A oficina de Abayomi é uma atividade de sensibilização que concede o fortalecimento da autoestima e o reconhecimento da identidade afro-brasileira, por meio de um resgate histórico que nos revela a presença dos nossos ancestrais.

Horário: 14h - Local: IJEPAM


“FEMINISMO PRETO E PERIFÉRICO”


Mesa de debate: Vamos conversar sobre feminismo preto e periférico.

Horário: 19h - Local: Casa da Cultura e do Artista Francano Abdias do Nascimento


10/11 – SEXTA-FEIRA -  “RESGATANDO HISTÓRIAS DE NOSSAS HEROÍNAS”


Pela valorização da nossa história e de nossas heroínas e pelo resgate da nossa ancestralidade.
Horário: 9h - Local: Escola Lydia Rocha Alves


05/11 – DOMINGO - MARCHA DO AXÉ


Marcha de integrantes das religiões de matriz afro-brasileira, pelo respeito e tolerância a todas as formas de religião e de religiosidade.


Concentração em frente à Casa da Cultura e do Artista Francano Abdias do Nascimento
Horário: 16h - Local: Concha Acústica (Pr. Nossa Senhora da Conceição)


05/11 – DOMINGO - MARCHA DO ORGULHO CRESPO


Movimento de valorização do cabelo crespo e da estética afro-brasileira, fortalecendo a identidade a autoestima a representatividade e o protagonismo da comunidade negra


08/11 – QUARTA-FEIRA - PALESTRA “UBUNTU – FILOSOFIA BANTU”


Abre para as ancestralidades que se amalgamando tradicionalmente insistem em manter seus rituais, costumes, manejos e usos das conexões: humanos e natureza, elementos e suas essencialidades: a força vital, integrando nossas matrizes de formação do povo brasileiro na contemporaneidade de um tempo global, situando a mulher negra na arte e no encontro de culturas, favorecendo saúde em si e na comunidade (sou o que somos).


Facilitador: Ângela Maria Pimenta


Horário:19h30 - 21h - Local: Casada Cultura e do Artista Francano Abdias do Nascimento


08/11 – QUARTA-FEIRA


"O LIVRO DIDÁTICO DE HISTÓRIA EM DEBATE: ONDE ESTÃO AS MULHERES NEGRAS?"
A lei 10.639/2003 e seus aportes teóricos e legislativos modificaram a maneira com que os Livros Didáticos são pensados e construídos, em busca de romper com padrões racistas que serviram como base da construção cultural brasileira. Assim, aprofundando a discussão, trago o foco para as mulheres negras, para pensar em como estão sendo apresentadas estas representações através de imagens e textos. E também como professores podem lidar com a ausência de imagens ou a presença de imagens inadequadas nos livros didáticos.
Horário: 19h30 às 22h00 - Local: UNESP Franca


10/11 – SEXTA-FEIRA


CINE COMDECON: MENINO 23 - INFÂNCIAS PERDIDAS NO BRASIL


Em 1998, o historiador Sydney Aguilar ensinava sobre nazismo alemão para uma turma de ensino médio quando uma aluna mencionou que havia centenas de tijolos na fazenda de sua família estampados com a suástica, o símbolo nazista. Esta informação despertou a curiosidade de Sidney e desencadeou sua pesquisa. Pouco a pouco, o filme mostra como o historiador avançou com a sua investigação, revelando que, além de fatos, ele também descobriu vítimas.
Horário: 18h00 às 22h00 - Local: CEU - Parque Vicente Leporace I (Avenida Dr, Abrahão Brickman)


12/11 – DOMINGO


PROJETO 016 O ENCONTRO – 1ª EDIÇÃO

  • DJ Betão Abreu abrindo a festa a partir das 13h
  • Preto Cria -14h30
  • Emissários do Gueto – 15h30
  • Exposição do documentário, “Sim, é Possível”, em homenagem ao Mês da Consciência Negra - 16:30
  • Arsenal Sonoro – 17h
  • P. I A Sigla – 18h
  • Encerramento com a banda Free Bird Reggae das 19h às 20h.


Local: Praça Carlos Pacheco – Centro


13/11 – SEGUNDA-FEIRA


RODA DE CONVERSA “MULHERES NEGRAS – ARTE E CULTURA, HISTÓRIA E PATRIMÔNIO NA CONTEMPORANEIDADE BRASILEIRA”


Reunião de lideranças, artistas, cidadãos e cidadãs, jovens, integrando esse tema Cultura na sua extensão inter, multi e transdisciplinar, amalgamando Arte e Saúde, Afro e Indígena, congregando cada um no todo, formando redes de conversações que se integram para dissolver atos de discriminação racial ou de cor.


Horário: 19h às 21h - Local: Casa da Cultura e do Artista Francano Abdias do Nascimento


15/11 – QUARTA-FEIRA


RODA DE CONVERSA " A JUSTIÇA E VOCÊ: DISCRIMINAÇÃO E O PRECONCEITO RACIAL"

A discriminação e o preconceito racial, embora sejam considerados crimes, ainda são práticas recorrentes na sociedade brasileira, na roda de conversa "A Justiça e Você: discriminação e o preconceito racial” recomendaremos praticas assertivas de como se portar diante de crimes, através de orientações.

Facilitador: José Lourenço

Horário: 19h - Local: Casada Cultura e do Artista Francano Abdias do Nascimento


16/11 – QUINTA-FEIRA


Arte e Cultura Afro Brasileira - 1976 Movimento Black Rio


O Movimento Black Rio marca o início da globalização de movimentos sociais e empoderamento da comunidade negra, não só no Brasil, mas negros de todos mundo balançaram seus cabelos black, em 1976 em grandes bailes ao som de James Brow, e outras figuras icônicas que surgiram inspirados pelo mesmo sentimento, de ligação com a Mãe África.

Facilitador: Leontter Reche

Horário: 19h - Local: Casada Cultura e do Artista Francano Abdias do Nascimento


17/11 – SEXTA-FEIRA


HOMENAGEM NA CÂMARA MUNICIPAL DE FRANCA


A solenidade reunirá personalidades que se destacam e representam a força e a importância dos negros na comunidade francana. A implantação do Dia da Consciência Negra no calendário oficial do município se deu com a Lei 6.730, de 2006.

Horário: 19h - Local: Câmara Municipal de Franca

OFICINA “CABOCLADA AFROINDÍGENA AMALGAMANDO BRASIS – ARTE, CULTURA, SAÚDE”


Oficina que integra as linguagens artísticas e materiais diversos ligando o Outro Ser (Caboclo, Xamã), Os 4 Elementos (Caboclos, Orixás), Warã – lugar no centro da aldeia Xavante (organização) e o Ubuntu (por todo mundo) e finalmente o Amálgama Brasis com o “cuidar” sustentável da igualdade Ser e Ter no encontro.


Horário: 9h30 - Local: Centro Pop

Horário: das 14h30 às 18h - Local: Casa da Cultura e do Artista Francano


18/11 – SÁBADO


FEIRA DE AFRO EMPREENDEDORES, KILOMBO DAS QUITANDEIRAS E APRESENTAÇOES ARTÍSTICAS


O dia estará recheado de atividades e apresentações culturais afro-brasileiras, incluindo uma brinquedoteca da diversidade, Kitanda Erê e apresentações artísticas, Sarau Protesto, discotecagem e shows de artistas francanos e convidados. Teatro Pôr do Sol.
Local: Praça Nossa Senhora da Conceição (CONCHA ACÚSTICA)


“EXPOSIÇÃO EM MEMÓRIA DE TODOS OS LÍDERES. AFROS- BRASILEIROS”


Diretamente da IPEAFRO Rio de Janeiro (Instituto de Abdias do Nascimento) Exposição de ativistas Afro-brasileiros através de cartum, mostrando momentos históricos que marcou a vida desses ativistas em suas trajetórias. Palestra laboratorial com as crianças e pais através da arte com os Adinkras africanos, uma forma de resolver o seu passado com os problemas do presente, vamos fazer desenhos de Adinkras através dessas reflexões.

Horário: 11h - Local: Praça Nossa Senhora da Conceição


19/11 – DOMINGO


ANIVERSÁRIO DE 20 ANOS DA TRUE SCHOOL CREW E FEIRA DE AFRO EMPREENDEDORES KILOMBO DAS QUITANDEIRAS


A True School Crew é um grupo de indivíduos que possuem atuação em todos os elementos da Cultura Hip Hop e que preza por difundir conhecimentos e ações a ela relacionados. Formada em 1997, na cidade de Franca/SP, a crew possui este nome por ser guiada pelos ideais fundamentais da Cultura Hip Hop em seu formato original (como nas BlockParties e Park Jams que passaram a ocorrer desde 1973 no Bronx - NY).Considerando que a Cultura Hip Hop é um TODO servido de uma infinidade de elementos, o grupo busca desenvolver ações ligadas não apenas ao Breaking, mas também ao Graffiti, Emceeing, DJing, Beatboxing e às danças urbanas em geral (Popping, Locking e Social Dances).Hoje é considerado o grupo mais velho em atividade na cidade de Franca , além de ter um reconhecimento a nível mundial dentro da Cultura Hip Hop.

Horário: 12h as 20h - Local: Praça Dr. Claudio Borges (antiga Castelo Branco) Bairro Santa Cruz


“ENCONTRO PRECIOSO” – ENCONTRO DA FAMÍLIA AFRO


Roda de bate papo, brincadeiras, oficinas e muita diversão entre as famílias afrodescendentes.
Brinquedoteca da diversidade e Kitanda Erê.


Horário: 12h às 20h - Local: Praça Dr. Claudio Borges (antiga Castelo Branco), Bairro Santa Cruz


“EXPOSIÇÃO EM MEMÓRIA DE TODOS OS LÍDERES AFRO-BRASILEIROS”


Diretamente da IPEAFRO Rio de Janeiro (Instituto de Abdias do Nascimento) Exposição de ativistas Afro- brasileiros através de cartum, mostrando momentos históricos que marcou a vida desses ativistas em suas trajetórias.Palestra laboratorial com as crianças e pais através da arte com os Adinkras africanos, uma forma de resolver o seu passado com os problemas do presente, vamos fazer desenhos de Adinkras através dessas reflexões.


Horário: 11h00 - Local: Praça Dr. Claudio Borges (antiga Castelo Branco), Bairro Santa Cruz


20/11 – SEGUNDA-FEIRA


ATIVIDADES ARTÍSTICAS E FEIRA DE AFRO EMPREENDEDORES KILOMBO DAS QUITANDEIRAS


O dia estará recheado de atividades e apresentações culturais afro-brasileiras, incluindo uma brinquedoteca da diversidade, Kitanda Erê e apresentações artísticas, discotecagem e shows de artistas francanos e convidados, apresentação da peça Caminho de Palmares (Centro Pop), lançamento do Zine Poemas Escolhidos de Carlos de Assumpção, edição realizada pelo Grupo Artefato de Jovens Intelectuais Francanos.


Local: Praça Sabino Loureiro (Terminal de Ônibus da Estação)


MÁSCARAS AFRICANAS E CULTURA POPULAR AFRO

As máscaras africanas são um dos principais objetos de arte na cultura africana. Elas identificam grupos, guetos, comunidades e segmentos religiosos. O encontro é destinado para todas as idades com o intuito de oferecer aos participantes a descoberta da beleza da arte das máscaras africanas

Horário: 10h - Local: Praça Sabino Loureiro (Terminal de Ônibus da Estação)


23/11 – QUINTA-FEIRA


“DAS QUITANDEIRAS AO EMPREENDEDORISMO PRETO”


A mesa será composta por artesãs e produtoras de eventos que discutirão o mercado e suas produções independentes.

Facilitadora: Tuanny Miller  - Mesa composta por: Eveline e Eliara

Horário: 19h - Local: IPRA – Escola Estadual Orlik Luz


24/11 – SEXTA-FEIRA -  “VEM PRA RODA” – Grupo Cangoma


Batucada em uma grande roda de ritmos brasileiros: jongo, samba de coco, batuque de umbigada, cacuriá, ciranda e maracatu.

Local: Praça Carlos Pacheco - Centro, em frente à Casa da Cultura - Horário: 20h


25/11 – SÁBADO


OFICINA DE DANÇA AFRO

Horário: 09h - Local: Casa da Cultura e do Artista Francano Abdias do Nascimento


ENSAIO POÉTICO ESPECIAL CONSCIÊNCIA NEGRA


O ensaio poético é um encontro para socialização é um momento de expressar suas próprias poesias ou de autores de sua admiração. Neste ensaio daremos a visibilidade a literatura afro-brasileira, escrita por negros que combatem o racismo, preconceito e que através da literatura utilizam desta ferramenta como fio condutor ao autoconhecimento e de resgate da nossa história. Pela valorização dos nossos autores Afro-Brasileiros e pela celebração ao 20 de novembro serão permitidas poesias de autores negros.


Horário: 19h - Local: Casa da Cultura e do Artista Francano Abdias do Nascimento


26/11 – DOMINGO - ENCONTRO DE FOLIA DE REIS E CONGADA CATITO E TININHO.


Horário: 17h - Local: Paróquia São Benedito, Rua Carlos de Vilhena, 3070, Vila Formosa (Boa Vista)


28/11 – TERÇA-FEIRA - ANIVERSÁRIO DE FRANCA


FEIRA DE AFRO EMPREENDEDORES KILOMBO DAS QUITANDEIRAS


Local: Parque de Exposições Fernando Costa – EXPOAGRO - Horário: 20h


30/11 – QUINTA-FEIRA


"CHEIKH ANTA DIOP E A CONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOS AO DESENVOLVIMENTO HUMANO

UNIVERSAL."

Tendo como base as pesquisas do senegalês Cheikh Anta Diop com a teoria, segundo a qual os antigos egípcios apresentavam os mesmos traços físicos que os africanos negros de hoje (cor da pele, aspecto do cabelo, do nariz e dos lábios). Sua interpretação de dados de ordem antropológica, como o papel do matriarcado, e de ordem arqueológica levaram-no a concluir que a cultura egípcia é uma cultura negra. Essa teoria é norte para o estudo do processo histórico de contribuição da população africana não só nas bases culturais, mas também para o conhecimento cientifico e tecnológico mundial. Tal compreensão está associada à questões fundamentais das relações étnico raciais e da própria auto-estima da população negra. Desta maneira, um sistema educacional necessita fornecer aos seus estudantes conhecimento do seu próprio povo, não negando os empreendimentos dos povos negros para o seu desenvolvimento universal.
Palestrante: Deivison Mendes Faustino.

Horário: 19h30 às 22h00 - Local: UNESP Franca


01/12 – SEXTA-FEIRA


PAPOEIRA E CURSO EDUCACIONAL


Papoeira voltado a educadores e roda de recepção. Curso de Capoeira educacional com professores e educadores.

Local: Concha Acústica (Pr. Nossa senhora da Conceição) - Horário: 10h


02/12 – SÁBADO


Manhã: Curso de capoeira educacional com professores e educadores que trabalham com escolas do Ensino Fundamental I.

Final da tarde: Roda Só os Camaradas - fechamento do evento com participação de todos envolvidos.
Local: Concha Acústica (Pr. Nossa senhora da Conceição) - Horário: 10h


Todas as atividades são abertas e gratuitas a toda população francana


Artigos Relacionados