​Marcelo Caleiro e Radaeli reforçam time de Adérmis para as eleição de 2020

As eleições para a Prefeitura no ano que vem já estão movimentando os bastidores com filiações e mudanças

Postado em: em Política

Dois nomes de peso da política francana movimentaram peças no tabuleiro político de Franca. 

Os Delegados de Polícia Marcelo Caleiro, o Marcelão,  e Daniel Radaeli deixaram o MDB e vão para o PSDB para fortalecer o grupo de Adérmis Marini, virtual candidato a prefeito pela legenda.

Marcelo Caleiro, foi vereador por dois mandatos pelo PMDB  em Franca e tinha deixado a vida política para se dedicar a carreira como Delegado de Polícia, ocupando o cargo máximo da região como Delegado Seccional de Polícia.  

Daniel Radaeli sucedeu Marcelo na vida pública. Disputou a eleição de vereador e foi eleito pelo MDB. 

Exerceu apenas um mandato e  não se candidatou a reeleição. Radaeli era dado como um dos nomes mais fortes para a reeleição, devido ao forte trabalho realizado na Câmara.

Foi ele que trabalhou na investigação no caso conhecido como “Falsos Médicos” que quase levou a cassação do ex-prefeito Alexandre Ferreira. 

Mas decidiu não disputar a eleição para focar no trabalho como Delegado de Polícia na Seccional de Franca.

Marcelão e Radaeli sempre foram filiados no MDB de Franca,  mas esta semana anunciaram o desligamento do partido.  

O PSDB conta com a maior bancada na Câmara, três vereadores: Adérmis, Donizete da Farmácia- presidente da Câmara e Kaká.

Além disso tem nomes como o Dirigente de Ensino, o Diretor Marcos, e Daniel Bassi – ambos assumiram mandatos como suplentes. 

O radialista e ex-vereador Marcelo Valim deve ser anunciado também pelo partido.

Outro nome que deve deixar o MDB é o vereador Carlinhos Petropolis da Farmácia que, segundo relatos da Câmara, estaria acertando sua transferência para o PL da deputada estadual Delegada Graciela.


Artigos Relacionados