MAIS SOBRE A MÚSICA

Postado em: - Atualizado em:

“SÉRGIO SAMPAIO”

Voltando ao assunto : Sérgio Sampaio, classificado juntamente com Tim Maia, Raul Seixas e alguns outros como sendo um dos compositores “malditos” da nossa música, viveu pouco e produziu, digamos, bem. 

Deixando a carreira de radialista em sua terra, Cachoeiro do Itapemirim, mesma cidade natal de Roberto Carlos, filho de Raul Gonçalves Sampaio, maestro de banda e compositor (é de sua autoria Cala a Boca, Zébedeu), veio a conhecer o sucesso no Rio de Janeiro, pelas mãos de Raul Seixas, de quem se tornou grande amigo. Ao lado de Raul, lançou, em 1971, o álbum “Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão Das 10”, do qual participam Miriam Batucada e Edy Star. Compôs músicas de relativo destaque na época, gravadas pelo Trio Ternura, José Roberto, Renato e Seus Blue Caps e Tony e Frankie. Seu primeiro “compacto simples” contendo as músicas “Classificados nº 1” e “Não Adianta” não chegou a ser muito conhecido, até que, em 1972, lançou “Eu Quero é Botar Meu Bloco Na Rua”, música participante do IV Festival Internacional da Canção,  alcançando projeção nacional e tornando-se um dos maiores sucessos do carnaval de 1973, valendo-lhe o Troféu Imprensa como revelação de 72, na Rede Globo, quando lá ainda trabalhava Sílvio Santos. O tamanho do sucesso da música assustou o compositor e cantor, que se tornou arredio e paranóico, quase abandonando a carreira.

Após alguns discos gravados, incluindo-se “Meu Pobre Blues”, afastou-se das atividades artísticas. Boêmio por natureza, viria a enfrentar diversos problemas de saúde, caindo no ostracismo e, retornando às lides, suas apresentações ficaram restritas apenas a pequenas apresentações no circuito universitário e pequenos bares e boates. 

Entretanto, sua obra acabou por ser incluída entre as mais admiráveis no contexto da música brasileira. Futurista à sua época, suas composições incursionam por vários estilos, indo do samba ao choro, passeando pelo rock’n’roll e o blues, chegando às baladas românticas e, às vezes, ásperas. A poética de suas criações traz elementos de Augusto dos Anjos e Kafka, de quem era leitor e admirador.

Entre algumas de suas notáveis canções podemos destacar ainda “Pobre Meu Pai”, “Viajei de Trem”, “Velho Bandido” e  “História de Um Boêmio (Um Abraço no Nelson Gonçalves)”.

Diz-se que teria participação na autoria de “Cowboy Fora Da Lei”, sucesso de Raul Seixas, sendo esquecido por este ao registrar os créditos da música, mas perdoado por Sérgio, pelo erro.

Em 2006,Sérgio Natureza, cantor e compositor e amigo íntimo de Sampaio, organizou e gravou o disco de tributo “O Balaio do Sampaio”, com produção de Zeca Baleiro e contando com participações do próprio Zéca, Eduardo Dusek, Chico César, Lenine e vários outros artistas.

Sérgio Sampaio faleceu em 1994, com pancreatite, no Hospital IV Centenário, em Santa Tereza, Rio de Janeiro, aos 47 anos.

“CANDEEIRO PIZZA BAR”

Está chegando ao fim nossa primeira temporada com  o show “Releituras”.  Acontece nesta quinta, dia 8, nossa última apresentação no “Candeeiro”, a partir das 20 horas.

Queremos reiterar nossos agradecimentos a todos os amigos que  têm nos honrado com suas presenças, nos prestigiando e incentivando. 

E, claro, nesta quita-feira, não abrimos mão de sua companhia !

O “Candeeiro Pizza Bar” fica na Av. Dr. Antonio Barbosa Filho, nº 809 – Jardim Francano.

Franca – SP.

BENY CHAGAS MUSIC SHOW

Mais Brasil FM – 101,3 Mhz – Franca, SP : sábado e domingo às 10h.

radionovaip.com.br – Ribeirão Preto - SP : diversos horários aleatórios

ponto1000-Brasil.com – Ribeirão Preto - SP : Sexta 22h, Sábado 10h e 22h e Domingo 12 e 22h.

portalmusicalfranca.com.br – Franca – SP : Domingo a Sexta 18h e Sábado 19h.

Rádio Viva Manaus – Web Rádio Studio Y – Manaus – AM – Domingo 18h (20h Brasília).     

Envie suas sugestões para inclusão nos roteiros de programação: (16) 3017-2030, whats app 

(16) 9 8192-6052 e-mails:  [email protected][email protected]


*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras.