Mais que perfume, essências!

Postado em:

O mundo anda acelerado, as doenças físicas e da alma estão cada vez mais presentes no nosso dia a dia, e talvez o mais importante que todos os nossos afazeres do dia seja exatamente isso: nos preocupar mais com a essência do nosso ser, cuidar da nossa alma e menos do perfume, daquilo que mostramos e por muitas vezes escondemos um abismo. Estamos muito preocupados em ter o melhor corpo, o melhor currículo, a vida mais perfeita. De que tudo isso adianta se a saúde não está bem apesar do corpo parecer ótimo, você odiar seu emprego apesar de todos os cursos e graduações e não se sentir feliz com a vida que leva e com quem faz parte dela.

Falta tempo de qualidade, tempo para nos enxergar, nos ouvir, nos amar, para agradecer às pequenas coisas, para prestar mais atenção a cada milésimo de segundo do nosso dia. Não é toa que cada vez mais as pessoas buscam os livros de autoajuda, as palestras motivacionais, os cursos de meditação e tantos outros recursos. Mas passado alguns dias depois de viver tudo isso, o quanto você realmente leva para o resto dos seus dias?

Queremos sempre estar um passo a frente do que dizem estar correto por ai, mas de verdade quem já escreveu o manual da vida correta e perfeita? Você só descobre o que realmente gosta de comer, quando experimenta. Você só sabe se vai gostar de uma determinada profissão se tem o mínimo de contato com ela pra entender como funciona no dia a dia. Você só pode ter empatia e amor por alguém, se parar de pensar na sua check list e ouvir aquela pessoa, ter uma troca real sem julgar ou esperar nada em troca. Você só pode gostar de uma música, quando ouvi-la... A vida é assim, vivemos desenhando linhas em volta de nós, construindo verdadeiras fronteiras e tomando caminhos mais curtos para tudo, ao invés de mergulhar em cada instante. E essas fronteiras não mantém nada para fora, elas somente te prendem dentro de si e agravam a nossa ansiedade, aquela emoção tão presente nos dias de hoje. Você pode passar a sua vida com o lápis nas mãos desenhando linhas, ou então realmente viver cruzando-as, experimentando novas sensações e momentos. E se você estiver disposto a jogar fora pela janela esse perfume que apesar de cheiroso é cheio de componentes desnecessários e realmente viver a essência, a vista do outro lado é espetacular!


*Esta coluna é semanal e atualizada às quintas-feiras.