Mais de 6,6 milhões de eleitores vão utilizar a biometria no Estado de SP

Número, embora relevante, representa um quinto do eleitorado de SP, que é de 33 milhões de pessoas

Postado em: em Política

Quase metade dos 33 milhões de eleitores de São Paulo (45%) já fizeram o cadastramento biométrico, mas apenas 20% vão se identificar por meio das impressões digitais na hora de votar, no dia 7 de outubro.

A identificação por meio da biometria será realizada em 121 municípios paulistas. Em 100 municípios, houve o cadastramento obrigatório, em que a Justiça Eleitoral convoca todos os cidadãos para comparecer a um cartório ou posto de atendimento para atualizar o seu cadastro. Confira aqui.

Nos outros 21 municípios, haverá identificação híbrida dos cidadãos, em que os que já fizeram a biometria será identificado pelas digitais no dia da eleição.

Nas demais cidades do Estado, o eleitor que realizou o cadastro não usará a biometria nas eleições deste ano. Isso porque, para a disponibilização da identificação híbrida, são necessários mais recursos da Justiça Eleitoral, que precisaria disponibilizar urnas eletrônicas com o dispositivo biométrico em todos os locais, além de treinar todos os mesários para as duas situações.

Para as próximas eleições, um número bem maior de eleitores será reconhecido por meio de suas digitais. O objetivo do Tribunal Superior Eleitoral é ter todo o eleitorado do país cadastrado com a tecnologia até 2022.


Artigos Relacionados