Mais de 500 mil eleitores do Estado de São Paulo devem ter título cancelado

Quase 20% de obrigados a cadastrar biometria não regularizaram situação

Postado em: em Política

Os 516.748 eleitores do Estado de São Paulo que estavam obrigados a cadastrar a impressão digital para votar neste ano e não compareceram para regularizar a situação devem ter o título de eleitor cancelado pela Justiça Eleitoral.

O número corresponde a 19,9% do total de 2.583.760 eleitores obrigados a cadastrar a biometria para votar no pleito deste ano. Os números foram atualizados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na manhã desta quinta-feira (10), um dia após o fim do prazo para regiulariza a situação eleitoral. 

De acordo com o TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), os processos de revisão do eleitorado ainda serão submetidos ao Ministério Público Eleitoral. O órgão afirma que a eventual homologação do cancelamento ou não dos títulos deve então ocorrer até o final do mês.

Caso tenha o título cancelado, o eleitor ficará impossibilitado de se inscrever em concursos públicos, tirar passaporte ou CPF, renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficiais e obter empréstimos em bancos estatais. Além disso, os eleitores em situação irregular estarão sujeitos ao pagamento de uma multa por estarem impossibilitados de comparecerem ao pleito deste ano.

Após ter o título cancelado, o TSE afirma que os eleitores só terão a chance de atualizar os dados junto à Justiça Eleitoral no dia 5 de novembro, após o segundo turno das eleições.

Cidades

A cidade de Guarulhos, segundo maior colégio eleitoral do Estado com 957.491 votantes, é o local com o maior número de cidadãos em situação irregular em São Paulo. Do total de eleitores, 224.676 (23,4%) devem perder o título pela não realização do cadastramento biométrico.

A situação fez com que o prefeito de Guarulhos, Gustavo Henric Costa, o Guti (PSB), dizer que vai pedir uma flexibilização da exigência de cadastramento biométrico para as eleições deste ano. 

“Perto de 600 municípios do Estado tem uma população inferior ao número de eleitores que Guarulhos perderá devido à biometria. É natural que os candidatos a deputado que têm suas bases eleitorais na cidade sejam prejudicados”, afirmou Guti em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo.

Outro município do Estado com um grande número de eleitores que não cadastraram a biometria obrigatória é Sorocaba, onde 94.154 dos 509.062 eleitores aparecem em situação irregular.

Entre as cidades de São Paulo onde mais de um quarto do eleitorado não cadastraram a biometria obrigatória aparecem Meridiano (29,3%), Queluz (26,6%), Pedregulho (26,4%), Cananéia (25,9%) e Guararapes (25,9%).

Outros Estados

Nos outros 21 Estados onde alguns municípios vão aderir ao voto biométrico nas eleições 2018, 247.857 eleitores correm o risco de ter o título cancelado. Ao todo, 20,5 milhões se encontravam na obrigatoriedade de realizar o cadastro da digital nos Estados.

Confira o número de eleitores que não cadastraram a biometria em cada um dos 22 Estados:

Acre: 354 de 106.959 eleitores não cadastraram a biometria
Bahia: 4.225 de 4.027.276 eleitores não cadastraram a biometria
Ceará: 4.653 de 1.746.143 eleitores não cadastraram a biometria
Espírito Santo: 812 de 350.474 eleitores não cadastraram a biometria
Goiás: 2.459 de 1.247.684 eleitores não cadastraram a biometria
Maranhão: 706 de 875.849 eleitores não cadastraram a biometria
Minas Gerais: 1.445 de 1.307.835 eleitores não cadastraram a biometria
Mato Grosso do Sul: 684 de 574.772 eleitores não cadastraram a biometria
Mato Grosso: 185.272 de 719.391 eleitores não cadastraram a biometria
Pará: 2.015 de 1.376.659 eleitores não cadastraram a biometria
Paraíba: 2.122 de 921.131 eleitores não cadastraram a biometria
Pernambuco: 782 de 814.706 eleitores não cadastraram a biometria
Piauí: 469 de 646.878 eleitores não cadastraram a biometria
Paraná: 7.481 de 2.355.797 eleitores não cadastraram a biometria
Rio de Janeiro: 106 de 190.214 eleitores não cadastraram a biometria
Rio Grande do Norte: 28.804 de 750.136 eleitores não cadastraram a biometria
Rondônia: 553 de 281.974 eleitores não cadastraram a biometria
Roraima: 151 de 109.475 eleitores não cadastraram a biometria
Rio Grande do Sul: 3.643 de 1.090.847 eleitores não cadastraram a biometria
Santa Catarina: 967 de 726.378 eleitores não cadastraram a biometria
São Paulo: 516.748 de 2.583.760 eleitores não cadastraram a biometria
Tocantins: 154 de 308.156 eleitores não cadastraram a biometria


Artigos Relacionados