Magazine Luiza fortalece estratégia de marketplace com aquisição de startup

Aquisição reforça a estratégia de ser a melhor e mais barata plataforma de marketplace do mercado brasileiro

Postado em: em Tecnologia

O Magazine Luiza (Bovespa MGLU3), uma das maiores empresas de varejo de eletroeletrônicos, produtos conectados e móveis do país, acaba de comunicar à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a aquisição da startup de e-commerce Integra, de Itajubá (MG), especializada na integração e gestão do relacionamento entre lojistas e marketplaces. Com a incorporação, lojistas que desejarem participar do marketplace do Magazine Luiza não precisarão recorrer à intermediação de plataformas de terceiros.

A Integra Commerce é utilizada hoje por mais de 200 lojistas, incluindo MadeiraMadeira, Época Cosméticos, Casa América, Whirlpool e DBestShop. Além de reduzir os custos gerais da plataforma, os parceiros têm à disposição funcionalidades como a gestão de preço, estoques e frete, como tracking de produtos. A startup é referência no setor no fornecimento de software as a service, permitindo que os parceiros, além da integração aos marketplaces, administrem e otimizem seu dia-a-dia.

A aquisição da Integra acelera a execução da principal estratégia de negócios do Magazine Luiza em 2017: o desenvolvimento de uma plataforma digital aberta – o marketplace –
rentável, com os menores custos do mercado para os lojistas que desejarem fazer parte dela. “Com a Integra, cortamos caminho no desenvolvimento da melhor e mais barata plataforma do mercado”, diz Frederico Trajano, CEO do Magazine Luiza. “Com nosso marketplace, queremos ampliar exponencialmente a oferta de produtos a nossos milhões de clientes e dar condições para que nossos parceiros – os sellers – cresçam de forma sustentável.”

O marketplace do Magazine Luiza foi criado em 2016. Em poucos meses, 220 000 itens – de fraldas a pneus, de produtos pet a cosméticos – foram integrados à plataforma. O desenvolvimento do marketplace é um ponto central na estratégia da companhia: ser uma empresa digital, com pontos físicos e calor humano. No ano passado, o Magazine Luiza faturou 11,5 bilhões de reais. Os canais digitais – site, app de vendas e marketplace – foram responsáveis por 26% das vendas totais. No último trimestre, a operação de e-commerce da companhia cresceu 41% em relação ao mesmo período de 2015.


Laboratório de Inovação em Minas Gerais
Com a aquisição da Integra, o LuizaLabs, laboratório de inovação do Magazine Luiza, ganha um novo braço: o Labs Itajubá, localizado na cidade de Itajubá, no sul de Minas Gerais. Os 24 funcionários que participavam do time da Integra passam a fazer parte do grupo que pensa o futuro do Magazine Luiza, concentrando-se, sobretudo, no desenvolvimento para o marketplace. O CEO da Integra, Carlos Eduardo Alves, assume o cargo de diretor de marketplace do Magazine Luiza.

A partir da aquisição, o LuizaLabs, responsável pela criação de toda a tecnologia utilizada no Magazine Luiza, passa a se dividir em três unidades -- São Paulo, Franca, no interior paulista, e Itajubá – e a contar com mais de 100 engenheiros e especialistas em tecnologia. “Estamos ansiosos para entregar novos benefícios aos parceiros do marketplace”, diz André Fatala, diretor-executivo de tecnologia do Magazine Luiza.


SOBRE O MAGAZINE LUIZA
Prestes a completar 60 anos de história e tendo como missão a democratização do consumo, o Magazine Luiza é uma das maiores empresas brasileiras do setor de varejo.


Desde maio de 2011, a companhia é listada no Novo Mercado da BM&FBovespa. Atualmente, o Magazine Luiza emprega cerca de 20 mil funcionários e possui um total de 800 lojas – físicas e o e-commerce. Seus canais digitais já são responsáveis por mais de 26% do faturamento total. E as operações físicas e virtuais passam por constante processo de integração.

Sua política de gestão de pessoas foi reconhecida com diversos prêmios. Há 19 anos, está entre as melhores empresas para trabalhar nos rankings da revista Você SA e do Great Place to Work Institute.