Lixo e sujeira na área central recebem atenção especial da Prefeitura de Franca

Secretaria de Serviços e Meio Ambiente se une com ACIF para manter região limpa e bem cuidada

Postado em: em Urbanismo

 

Enquanto trabalha em várias frentes recuperando bancos danificados, instalando encostos naqueles que não tem, fazendo a repintura de outros em má conservação, a Prefeitura busca em conjunto com a ACIF (Associação do Comércio e Indústria), formas de tornar mais duradoura essas benfeitorias que são feitas. Nesse sentido uma importante reunião de trabalho ocorreu no meio da semana passada, na sede da entidade, onde a Prefeitura se fez presente com a secretaria de Serviços e Meio Ambiente.

De acordo com Adriano Rodrigues Tostas, a temática que norteou o encontro foi principalmente sobre o lixo na parte central, onde foi alegado que seria uma prática  mais comum por parte dos moradores em situação de rua. Através da secretaria de Ação Social, deve ser reforçado o trabalho de abordagem que nos últimos meses já resultou no envio de mais de 500 pessoas nessas situações para suas cidades de origem.

Nessa reunião foi pontuado  ainda, a questão da falta de educação, de consciência de muitas pessoas, de rua ou transeuntes em geral, que mesmo vendo as lixeiras jogam o lixo fora delas. Diversos registros fotográficos atestam essa realidade, observou o secretário. Uma outra situação agravante, constatada também por alguns dos participantes do encontro, é que muitos comerciantes que trabalham com restaurantes, bares estão jogando restos de comida nas lixeiras causando mal cheiro.

Bancando Soluções

 Nesse sentido foi composto um grupo que estará realizando visitas pontuais nos bares, restaurantes e lanchonetes para tentar conscientizá-los e mostrar a importância dessa mudança de comportamento. Também foram constituídas equipes para fazer um mutirão de limpeza e insistir na conscientização para que após feita a higienização, o que ocorre sistematicamente nas áreas dos calçadões, nos dias seguinte o descuido não volte a imperar.

 Com essas ações contínuas um dos objetivos é ampliar os canais de comunicação que permitam que a população fique mais informada e consciente do trabalho e também da sua participação. Uma campanha direcionada a esse público foi sugerida, com o aproveitamento de alguns instrumentos disponíveis mostrando que cuidar e conservar dos bens é cidadania e obrigação de todos, não apenas do Poder Público.


Artigos Relacionados