Kanye West tira votos de Donald Trump após anúncio de candidatura

Rapper tem 2% das intenções e tira votos de Donald Trump, aponta 1º levantamento após seu anúncio

Postado em: em Um Toque a +

Rapper Kanye West ainda não tem a candidatura garantida

Saiu a primeira pesquisa de intenção de voto na eleição americana depois que o rapper Kanye West declarou que vai ser um dos concorrentes à cadeira da presidência. De acordo com os dados colhidos por uma empresa especializada, apenas 2% dos entrevistados têm Kanye West como escolha de voto.

A mesma pesquisa mostra ainda que o candidato democrata Joe Biden, ex-vice presidente de Barack Obama, permanece na liderança com 48% das intenções de voto, enquanto Donald Trump, que tentará a reeleição, foi prejudicado com a entrada de Kanye na disputa.

Se nos dados coletados anteriormente Trump aparecia com 40% de apoio dos americanos, na nova pesquisa ele caiu um ponto percentual e agora tem 39% das intenções de voto.

Apesar de ser o terceiro na preferência dos eleitores, Kanye West vai precisar suar a camisa se quiser realmente tentar disputar a presidência, já que está bem atrás de Biden e Trump nas pesquisas, e ainda teve dez dias turbulentos desde que anunciou sua candidatura.

Primeiro, ele ganhou apoio imediato do empresário bilionário Elon Musk, que depois parece ter recuado sobre a decisão, depois deu uma entrevista bizarra dizendo que vai contar com a ajuda de Deus para resolver os problemas tributários do país, já que não entende muito do assunto, e ainda, está tendo que lidar com as declarações de algumas pessoas próximas, que temem que ele esteja tendo mais um surto psicótico.

A pesquisa feita com dois mil eleitores registrados nos cartórios americanos chega como um alívio para os democratas, que estavam receosos de perder parte de seu eleitorado jovem e negro para Kanye, o que parece que por enquanto ainda não aconteceu.

Aliás, além de tudo isso, ainda não se sabe se Kanye West realmente vai poder disputar a presidência, já que ele se atrasou e perdeu alguns prazos para registrar oficialmente seu nome na disputa deste ano.


Artigos Relacionados