INSS vai ter prova de vida pelo celular com biometria e identificação facial

Para isso, o beneficiário precisará ter um aparelho celular com o aplicativo do MEU INSS logado na sua conta

Postado em: em Economia

​O INSS informou que começará a implantar um sistema onde a prova de vida para beneficiários deverá ser realizada através de biometria ou identificação facial.

Para isso, o beneficiário precisará ter um aparelho celular com o aplicativo do MEU INSS instalado e devidamente logado na conta do cidadão.

O projeto está previsto para iniciar este ano. A finalidade é dispensar o beneficiário de ter que comparecer pessoalmente às agências bancárias ou Previdência Social.

Hoje, isso causa inúmeros transtornos e dificuldades para muitos beneficiários, principalmente os mais velhos e com algum tipo de deficiência.

Automatização 

Este é um projeto que faz parte da automatização dos serviços, passando quase todos para o âmbito online através do portal Meu INSS.

Vai desafogar as longas filas de espera nas agências e também eliminar as dificuldades como a comprovação de vida dos beneficiários.

Este será o 91º serviço do INSS a ser automatizado nos últimos 4 anos. Haverá dois projetos em teste, onde um será feito em parceria com a Dataprev, que irá escolher inicialmente mil segurados de dez municípios em diversas regiões do Brasil. 

Neste teste a renovação será feita com a digital através do aplicativo Meu INSS.

O segundo projeto será feito através de uma biometria facial. O segurado deverá gravar um vídeo através do aplicativo com cerca de dois segundos, onde será necessário falar uma palavra. 

O sistema irá buscar as informações faciais e de fala em uma base de dados do INSS e irá avaliar se o segurado é ele mesmo.

Prova de vida 

Além do app do Meu INSS, o Instituto estima que os próprios bancos possam começar a oferecer a prova de vida por biometria através dos caixas eletrônicos ou em seus aplicativos.

Hoje, o Brasil conta com mais de 35 milhões de beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e destes, cerca de 140 mil seguem até uma agência bancária todos os dias para fazer a prova de vida no período de recadastramento.

Assim a automatização irá, além de facilitar a vida do cidadão, fazer com que ele economize com deslocamento, alimentação e outros recursos que são necessários para o comparecimento até a agência.


Artigos Relacionados