Grupo de Trabalho discute como tornar os municípios brasileiros inteligentes

O especialista levou o grupo a refletir sobre o que seria uma cidade inteligente e o que a torna inteligente.

Postado em: em Política

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) criou um grupo de trabalho para tratar da temática Municípios inteligentes, humanos e sustentáveis. 

Na segunda-feira, 28 de outubro, o grupo esteve reunido quando ouviu explicações e orientações do especialista em gerenciamento de projetos, Gino Terentim.

A preocupação do grupo é preparar os gestores municipais para que os Municípios se tornem localidades inteligentes. 

Na oportunidade, o especialista levou o grupo a refletir sobre o que seria uma cidade inteligente e o que a torna inteligente.

“A melhor forma de avaliar se meu plano está indo bem ou não é criando indicadores que façam sentido”, disse.

Ainda durante o encontro, Gino Terentim reforçou que o grupo precisa, primeiro, saber aonde quer chegar e os convidou a criar um alinhamento estratégico, onde as ideias serão colocadas na parede.

Em seguida, serão agrupadas, analisadas onde estão as maiores dúvidas e quais as mais importantes. “Deve-se começar por estas e depois responder as demais”.

Participando da reunião, a prefeita de Monteiro Lobato (SP) e representante da Região Sudeste na diretoria da CNM, Daniela Brito, ressaltou que um dos pontos iniciais que poderiam ser trabalhados seriam ações a serem implementadas no Seminário de Novos Gestores, que deve acontecer no fim de 2020.

Integram o grupo de trabalho colaboradores de diversas áreas da entidade, como mobilidade urbana, jurídico, projetos, habitação e planejamento territorial, internacional, além de consultores da CNM e entre outras áreas.

Por: Lívia Villela
Fotos: Agência CNM de Notícias

Da Agência CNM de Notícias 



Artigos Relacionados