Gratuito, espetáculo de dança contemporânea é apresentado no Municipal

Plêiade Companhia de Dança apresenta nesta quarta, 09, às 20h, a montagem “Direito ao Delírio”

Postado em: em Cultura

Espetáculo é formado por coreografias que abordam fantasias, imagens oníricas e divagações (Foto: Marcos Limonti)

Primeira companhia de dança contemporânea de Franca, a Plêiade volta aos palcos na próxima semana com seu novo espetáculo, “Direito ao Delírio”. A montagem acontecerá no Teatro Municipal “José Cyrino Goulart” em sessão gratuita nesta quarta-feira, 9 de outubro, às 20h. Este é o primeiro projeto do grupo após as comemorações de 25 anos da companhia, celebrados no ano passado. 

O espetáculo, que conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Franca como uma das propostas contempladas pelo Bolsa Cultura Pessoa Física 2018, é inspirado em obra homônima do escritor uruguaio Eduardo Galeano. De acordo com a bailarina Lílian Mello, uma das integrantes da Plêiade, montar “Direito ao Delírio” era um desejo antigo do grupo. “Voltamos a cogitá-lo por ser bastante provocativo e possibilitar a criação de cenas interessantes, com maior ou menor densidade.”

O espetáculo é formado por coreografias que abordam fantasias, imagens oníricas e divagações. Recursos audiovisuais, textos e músicas cuidadosamente selecionadas transportam o espectador ao universo criado por Galeano. O objetivo é provocar o público a refletir sobre a capacidade de sonhar e elaborar conflitos.

Além de Lílian, a formação atual da Plêiade conta com os bailarinos Ana Maria Barros, Francine Veríssimo Lissandra Ribeiro, Rafael Dias e Talita Bertanha. Desde março, os integrantes trabalham na concepção, criação coreográfica, ensaios e produção do espetáculo. 

A cia  conta com os bailarinos Ana Maria Barros, Francine Veríssimo Lissandra Ribeiro, Rafael Dias e Talita Bertanha (Foto: Reprodução)

“O desafio é sempre colocar no corpo, através do movimento, as ideias que surgem. Criamos imagens incríveis durante o processo criativo, e vamos reduzindo para encaixar no palco. Não se adaptam às condições e recursos que dispomos, então acredito que este foi o maior desafio”, afirma Lílian.

As sessões gratuitas do espetáculo têm caráter social: a companhia pede ao público que doe um quilo de alimento não-perecível, que serão destinados a entidades beneficentes de Franca. Além disso, o grupo oferecerá duas oficinas de dança contemporânea abertas ao público de forma gratuita. As datas e locais dos encontros ainda estão sendo definidos, assim como o processo de inscrição. 

‘Direito ao Delírio’

Data: 8 e 9 de outubro 

Horário: 20 horas

Local: Teatro Municipal ‘José Cyrino Goulart’ (Avenida Sete de Setembro, 455 - Res. Baldassari) 

Ingresso: 1 kg de alimento não-perecível

Classificação indicativa: 12 anos

Sinopse

A capacidade de sonhar é intrínseca ao ser humano e totalmente necessária para a sobrevivência emocional e saúde psíquica. “Direito ao Delírio”, inspirado na obra do uruguaio Eduardo Galeano, é bastante atual e desafiador, pois enfoca a capacidade que temos de sonhar, delirar, criar possibilidades para superação da realidade.

Sobre a Plêiade

A Plêiade Companhia de Dança é o primeiro grupo de dança contemporânea de Franca. Ao longo de 26 anos de trajetória, desenvolveu uma linguagem artística própria em trabalhos que abordam temas psicológicos, vivências cotidianas, e questões interpessoais. A Plêiade é um grupo independente que já produziu muitos espetáculos reconhecidos tanto pelo público leigo quanto pelo público especializado, recebendo menções e premiações diversas. Sempre na vanguarda artística, a Plêiade pesquisa novas linguagens e tecnologias que envolvem o público e possibilitam transitar entre o racional e o emocional.


Artigos Relacionados