Gilson poderá aumentar vale alimentação para convencer os servidores

Reunião na tarde desta segunda deve discutir proposta com representantes do sindicado dos servidores

Postado em: em Política

Revelação de uma fonte próxima ao gabinete do prefeito Gilson de Souza (DEM) afirma que será apresentada uma proposta alternativa de "reajuste" aos servidores, na tarde deste segunda-feira.

Sem dinheiro em caixa e próximo do limite prudencial de gastos com pessoal, a alternativa do município seria a elevação do valor do vale alimentação, de R$ 360 para próximo de R$ 600.

Essa seria a forma encontrada pela administração para fechar o acordo salarial deste ano, que se apresenta complexo e ainda distante de um consenso. Caso a proposta de Gilson, que será informada ao sindicato nesta tarde, seja rejeitada, o funcionalismo poderá parar, uma vez que já se encontra e estado de greve.

O aumento do vale alimentação seria uma forma do prefeito evitar a greve e não aumentar o comprometimento com a folha, pois não é contabilizado como salário. Seria mantida a proposta de correção somente da inflação, 1,81%, sem qualquer aumento real.

A proposta pode encontrar resistência pois o valor do vale alimentação não incidirá em outros benefícios dos servidores, como férias, décimo-terceiro salário, entre outros recebimentos. Caso os trabalhadores não aceitem a oferta de Gilson, eles poderão entrar em greve já esta semana.


Artigos Relacionados