Franca e São Joaquim têm maiores índices de pinguços na Operação Lei Seca

Programa Direção Segura autua 60 motoristas em Franca e São Joaquim entre 03 e 05/06

Postado em: em Trânsito

Comparando o resultado da Operação “Direção Segura” realizado pelo Detran, em parceria com a Polícia Militar, no final de semana de 03 e 05 de junho, com blitz anteriores (nos últimos dois meses) da chamada Lei Seca, em outras cidades, chega-se a conclusão de que Franca e São Joaquim da Barra tiveram índices maiores de motoristas bêbados ao volante.

O Programa Direção Segura – ação coordenada pelo Detran SP para a prevenção e redução de acidentes e mortes no trânsito causados pelo consumo de álcool combinado com direção autuou 60 pessoas nas operações de fiscalização da Lei Seca em Franca (25 motoristas autuados) e São Joaquim da Barra (35 motoristas autuados). A blitz foi realizada entre os dias 3 e 5 passados.

Durante as blitze, foram aplicados, ao todo, 701 testes do bafômetro. No total, 40 condutores foram autuados por embriaguez ao volante e terão de pagar multa no valor de R$ 1.915,40 e responder a processo administrativo junto ao Detran.SP para a suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

Entre os autuados, três condutores responderão na Justiça por crime de trânsito, além de pagar a multa e ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa. 

Eles apresentaram índice a partir de 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido no teste do etilômetro ou tiveram embriaguez atestada em exame clínico realizado por médico-perito da Polícia Técnico-Científica. 

Se condenados, poderão cumprir de seis meses a três anos de prisão, conforme prevê a Lei Seca, também conhecida como "tolerância zero".

Outros 20 motoristas foram autuados de acordo com o artigo 277 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) por terem se recusado a realizar o teste do etilômetro e receberão as mesmas penalidades acima descritas.

Outras cidades

Os números de Franca e São Joaquim da Barra são maiores que os registrados em cidades maiores. Na operação anterior à realizada nas duas cidades desta região, entre 27 e 29 de maio, juntas, Guarulhos, Ribeirão Preto, São José dos Campos, São José do Rio Preto, São Paulo e Vinhedo, mais testes foram realizados e, individualmente, tiveram menos flagrados bêbados do que Franca e São Joaquim.

Foram realizados nas seis cidades, 988 testes do etilômetro (conhecidos por bafômetro) e no total, 89 condutores foram autuados por embriaguez ao volante.

Outra blitz da Lei Seca, autuou 84 pessoas em operações de fiscalização da Lei Seca realizadas em cinco municípios entre a noite de sexta-feira, 20 de maio, e a madrugada de domingo, 22 de maio em Mogi das Cruzes, Poá, Rio Claro e Santa Rita do Passa Quatro.

Foram aplicados, ao todo, 765 testes do etilômetro. Do total, 46 condutores foram autuados por embriaguez ao volante. 

Outros 38 condutores foram autuados de acordo com o artigo 277 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) por terem se recusado a realizar o teste do etilômetro.

Já entre os dias 5 e 6 de maio, 117 pessoas foram autuadas em operações de fiscalização da Lei Seca realizadas em cinco municípios: Atibaia, Dracena, Santo André e Presidente Prudente, com 923 testes de bafômetro. 

Do total, 66 condutores foram autuados por embriaguez ao volante. Onze desses motoristas, além das penalidades, responderão na Justiça por crime de trânsito. Eles apresentaram índice a partir de 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido no teste do bafômetro. 

Outros 51 condutores foram autuados de acordo com o artigo 277 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) por terem se recusado a realizar o teste de dosagem alcoólica. 


Artigos Relacionados