FPB apoia Campanha de Enfrentamento ao Abuso Sexual de Crianças

Por estatísticas, houve um aumento de casos de abuso de crianças e de adolescentes

Postado em: em Saúde

Em virtude do aumento de casos de abuso sexual de crianças e de adolescentes no período de pandemia, Teresa Kodama, embaixadora social da Federação Paulista de Basketball (FPB), idealizou uma Campanha de Enfrentamento ao Abuso Sexual de Crianças e de Adolescentes.

Nesse período de isolamento social, por estatísticas, houve um aumento de casos de abuso de crianças e de adolescentes. Pela BCC News estão ocorrendo seis internações diárias por aborto envolvendo meninas de 10 a 14 anos, que engravidam após serem estupradas.

Em decorrência de casos de abusos ocorridos e pela grande preocupação com a grave situação vivenciada por crianças e por adolescentes, existe desde 2016, o Projeto ‘Eu Tenho Voz’, idealizado pela Juíza de Direito Doutora Hertha Helena Rollemberg Padilha de Oliveira e executado pelo Instituto Paulista de Magistrados (IPAM), que tem como objetivo a defesa e prevenção contra o crime de abuso sexual, físico e psicológico cometidos contra crianças e adolescentes.

“A iniciativa da artista Teresa Kodama, que também é Procuradora do Estado aposentada e voluntária do projeto Eu Tenho Voz possibilitou a união de forças, no combate ao abuso sexual de crianças e adolescentes. Estamos em um momento crítico em que muitas crianças estão confinadas com seus agressores”, disse a Doutora Hertha Helena Rollemberg Padilha de Oliveira.

“Somente a atuação firme e concreta daqueles que convivem com estas crianças pode retira-las desta situação de sofrimento. A proteção de nossas crianças e adolescentes depende de todos nós. Juntos vamos virar este jogo”, completou a magistrada.

O formulário da denúncia pode ser encontrado no novo site do IPAM ou no site do Projeto ‘Eu Tenho Voz’ site que está sendo reformulado. As denúncias também podem ser feitas ao IPAM, para um Juiz de Direito, Promotor de Justiça ou Procurador do Estado, para o Conselho Tutelar, pelo disque 100, 180 e 190. A Cartilha do Projeto ‘Eu Tenho Voz’ também pode ser encontrada nos citados sites.

Esta ação tem o apoio da FPB, GCS Sports, Associação Paulista de Magistrados (APAMAGIS), Instituto Paulista de Magistrados (IPAM), Projeto Eu Tenho Voz no Combate ao Abuso Sexual de Crianças e de Adolescentes, Usoarte e Arte e Cerâmica Zita Delgado.


Artigos Relacionados