Exportações brasileiras de café somam mais de US$ 2,7 bilhões em sete meses

Venda de 18 milhões de sacas de 60 kg colocou o produto no quinto lugar do ranking

Postado em: em Agronegócios

O Brasil exportou 18,395 milhões de sacas de 60 kg de café nos sete primeiros meses deste ano que geraram US$ 2,7 bilhões. As informações são do Informe Estatístico do Café do mês de julho de 2016, do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa).

A quantidade de café exportada e a receita cambial gerada foram, respectivamente, 10,7% e 25,1% inferiores ao mesmo período do ano passado, quando atingiram 20,589 milhões de sacas e US$ 3,6 bilhões. 

A despeito desse desempenho, o café foi o quinto no ranking dos principais produtos exportados do agronegócio brasileiro – no período de janeiro a julho deste ano – precedido pelo complexo soja, carnes, complexo sucroalcooleiro e produtos florestais.

Segundo o Informe Estatístico do Café – Julho de 2016, os dez principais países importadores de café do Brasil – janeiro a julho de 2016 – foram: EUA, com 3,484 milhões de sacas; Alemanha, 3,404 milhões de sacas; Japão, 1,453 milhão de sacas; Itália, 1,398 milhão de sacas; Rússia, 510 mil sacas; Canadá, 453 mil sacas; França, 404 mil sacas; Turquia, 398 mil sacas; Espanha, 361 mil sacas; e Suécia, 386 mil sacas.

As análises constantes do Informe  apontam que a produção brasileira de café arábica e conilon deverá ser de 49,67 milhões de sacas de 60 kg do produto beneficiado, com produtividade de 25,58 sacas por hectare, em uma área de 1,94 milhão de hectares.


Artigos Relacionados