​Espaço público na Vila Gosuen virou abrigo de moradores de rua. Veja

Um comerciante próximo disse que, além do barulho, desavenças, o tráfico de drogas é comum nesses locais.

Postado em: em Cotidiano

Não é de hoje que os moradores da Vila Gosuen, Santa Teresinha e Jardim Redentor precisam conviver com um grave problema: a presença de moradores de rua.

Eles ocupam espaços públicos na avenida Flávio Rocha e na avenida Dom Pedro, transformando o local em suas moradias.

Nesses dois espaços públicos os moradores de rua (mulheres e homens – não tem crianças ou adolescentes), mantém colchões, barracas, fogões e outros tipos de utensílios para que possam ter uma vida diferenciada. 

Um comerciante próximo disse que, além do barulho, desavenças, o tráfico de drogas é comum nesses locais. O perigo de quem passa pelo local e chama atenção deles é enorme, pois podem ser tornar violentos.

"Mesmo com várias denúncias à Secretaria de Assistência Social, Abrigo Provisório e Guarda Municipal de nada adianta", conta uma dona de casa da Vila Santa Teresinha. “Tenho medo de sair de casa, pois além deles morarem ali na avenida, batem nas portas de nossas casas para pedir comida, água, dinheiro e tudo mais” comentou.

O estranho é que o problema persiste há vários meses e a Prefeitura faz vistas grossas para o que acontece.

Esses rapazes que ocupam os espaços na Vila Gosuen são os mesmos que recolhem dinheiro nos semáforos próximo ao Pronto Socorro Municipal e Sabesp. 

O problema foi encaminhado à Assessoria de Imprensa da Prefeitura para uma resposta.


Artigos Relacionados