Escola de Franca participa da 18ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia

Com dois projetos, Escola Estadual Ângelo Scarabucci concorrem para “Prêmio Votação Popular”

Postado em: em Educação

Equipe envolvida no projeto Macadubo da Escola Estadual Ângelo Scarabucci (Foto: Reprodução)

A Escola Estadual Ângelo Scarabucci de Franca está participando da 18ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE) com dois projetos finalistas.

Um deles é o “Macadubo”, que trata sobre o plantio sustentável de café consorciado com macaúba e adubação orgânica. O projeto tem a autoria dos alunos Thiago Souza de Oliveira, Melissa Lopes Schmidt Lima, Carlos Eduardo Araujo e contam com a orientação do professor Paulo Roberto da Costa Lemos.

Outro projeto da Escola Estadual Ângelo Scarabucci que concorre na 18ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia, é o “Sonar”, sobre o mapeamento de caminhos. O projeto tem autoria dos estudantes Pedro Augusto Goulart de Souza, Paulo Henrique Goulart de Souza, Rafael Luis Parreira Bomfim, com orientação do professor Cláudio Ramos Molina.

Para conhecer um pouco mais dos projetos, basta acessar os links abaixo. Aproveite e deixe seu “curtir”. Os vídeos mais curtidos participarão do “Prêmio Votação Popular na FEBRACE 2020”.

Confira o link do projeto Macadubo  

e o link do projeto Sonar

A FEBRACE é o movimento nacional de estímulo ao jovem cientista, maior evento do gênero no país.

O principal objetivo da FBRACE é despertar o interesse pelas disciplinas científicas e de engenharia em jovens que ainda não chegaram à universidade, por meio do desenvolvimento de projetos de ciências investigativos, realizados pelos próprios jovens.

Os critérios utilizados são: criatividade e inovação; conhecimento científico do problema; maneira como foram levantados os dados e conduzido o projeto; profundidade da pesquisa e clareza de apresentação na documentação do projeto.

Durante a mostra, os estudantes são avaliados por um corpo de mais de 300 professores mestres e doutores, que identificam os primeiros, segundos, terceiros e quartos lugares de cada categoria, estes são contemplados com troféus, medalhas e certificados.

Diversas instituições públicas e privadas também oferecem prêmios, como: estágios, bolsas de estudo, equipamentos eletrônicos, visitas técnicas e credenciais para participação em outras feiras nacionais e internacionais.

O grande destaque fica para o prêmio da Society for Science, que oferece credencial para os estudantes de 9 projetos selecionados representarem o Brasil na maior feira pré-universitária do mundo: a ISEF (Internacional Science and Engineering Fair), que em 2020 acontecerá no mês de maio, em Anaheim, Califórnia, nos Estados Unidos.


Artigos Relacionados