Economia do Estado de SP apresenta crescimento de 1,6% em 2017

Resultado foi possível graças aos índices positivos na indústria e nos serviços

Postado em: em Economia

O Produto Interno Bruto (PIB) paulista apresentou alta de 1,6% no ano passado, segundo a Fundação Seade. É o primeiro resultado positivo nessa base de comparação desde 2013, e foi possível graças às taxas positivas nos serviços (1,6%) e na indústria (1,3%). A agropecuária apresentou variação de -0,3%.

Considerando a série com ajuste sazonal, a atividade econômica do Estado aumentou 0,8% entre o 3º e o 4º trimestres de 2017, em razão de avanços em todos os setores: agropecuária (2,6%), indústria (1,0%) e serviços (0,3%).

No 4º trimestre de 2017, em comparação ao mesmo trimestre de 2016, o PIB paulista cresceu 3,9% em função do desempenho positivo de todos os setores: agropecuária (1,4%), indústria (6,1%) e serviços (2,8%).

Entre novembro e dezembro de 2017, o PIB avançou 0,7%, na série livre de efeitos sazonais. Na mesma base de comparação, houve crescimento na indústria (2,4%) e nos serviços (0,2%), enquanto a agropecuária recuou 0,3%.

Em 2017, o PIB do Estado de São Paulo foi estimado em R$ 1,9 trilhão, sendo R$ 1,6 trilhão referentes ao Valor Adicionado e R$ 325,9 bilhões aos Impostos sobre Produtos Líquidos de Subsídios. A variação nominal do PIB no ano foi de -1,2%, resultado do avanço de 1,6% no volume produzido e da retração de 2,8% nos preços.


Artigos Relacionados