Deputados vão pressionar governo paulista para que chame PMs já aprovados

Concurso realizado no ano passado poderá prescrever sem chamamento de quase 700 aprovados

Postado em: em Segurança

​Os deputado estaduais paulistas pressionam para que o governo do Estado de São Paulo promova a convocação de todos os aprovados no último concurso para soldado da Polícia Militar.

De 111 mil inscritos, o certame qualificou 2.868 candidatos, dos quais 668 ainda esperam ser chamados. Embora o edital tenha previsto apenas 2.200 cargos, é costume na corporação a inclusão dos excedentes considerados aptos. 

Os deputados garantem que não faltam recursos orçamentários para a chamada imediata de todos os aprovados em concurso, tanto na PM como nas demais carreiras do funcionalismo. 

Foram apresentadas emendas ao orçamento garantindo dotação para ampliar os quadros da Secretaria da Segurança, uma vez que a arrecadação prevista para 2019 supera em R$ 13,5 bilhões a deste ano, chegando a R$ 230 bilhões. 

O Colégio de Líderes da Alesp debateu o tema e conseguiu bastante adesão na ALESP para encaminhar a reivindicação ao comandante-geral da PM, ao secretário da Segurança Pública e ao governador Márcio Franca, que deverá deixar a decisão para seu sucessor, João Dória.


Artigos Relacionados