​Delegada Graciela cobra presidente sobre obras de captação da Sabesp

Obras de captação de água do Rio Sapucaí para Franca estão paralisadas há anos, por decisão judicial

Postado em: em Política

A deputada estadual Delegada Graciela (PL) apresentou o Requerimento de Informação 534/2019, questionando o presidente da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), Benedito Braga, sobre as obras de captação de água do Rio Sapucaí para abastecer Franca, paradas há mais de três anos.

Atualmente, a maior parte da água utilizada para o abastecimento de Franca é retirada pela Sabesp do Rio Canoas e do Córrego Pouso Alegre. 

Porém, com o crescimento da cidade, a captação no Sapucaí, que tem volume muito superior de água em relação aos demais, garantirá o abastecimento na cidade por décadas, segundo a Sabesp.

Delegada Graciela solicita que o presidente da companhia dê explicações e definições sobre as obras do Sistema Sapucaí-Mirim, paralisadas desde 2016, quando a empresa contratada deixou de cumprir o contrato e parou os trabalhos. 

“Soubemos que há uma decisão no Procedimento Arbitral CMA 393/2015 proibindo a Sabesp de aplicar sanções à contratada e encampar e finalizar as obras. Entendemos que os entraves estão alheios à disposição da Sabesp, mas é preciso projetar o que acontecerá daqui para frente para preservar o interesse e a necessidade da população de contar com um abastecimento seguro e garantido”, disse Delegada Graciela.

A deputada estadual Deputada Graciela afirma que a população de Franca está sendo penalizada com as obras paradas e com possibilidade de futuros desabastecimentos de água. 

Prova disso foi o recente desabastecimento registrado na cidade em um período de estiagem. 

“Quero que o presidente da Sabesp esclareça quais as ações efetivas que serão adotadas, independentemente do resultado da decisão do Juízo Arbitral, onde o processo está parado, para a conclusão das obras e pleno funcionamento operacional do Sistema Sapucaí-Mirim. A população de Franca precisa de um posicionamento da companhia”, afirmou a deputada, representante de Franca e Região na Assembleia Legislativa.

Na sessão da Câmara, na última terça-feira, foi lido na Mesa Diretora ofício da deputada Delegada Graciela com respostas da Sabesp a questionamentos dos vereadores sobre as obras paradas.

“Fiz questão de enviar aos nossos vereadores as respostas, pois é um assunto de interesse da população e ao qual já tenho me dedicado nos últimos meses. Espero que tenhamos, em breve, respostas concretas e favoráveis à nossa cidade”, disse a Delegada Graciela.

JORNAL DA FRANCA

Há exatamente dois anos o Jornal da Franca publicou uma matéria sobre a paralisação das obras de captação de água do Rio Sapucai.

Na época, o Jornal da Franca enviou uma série de perguntas para a assessoria da Sabesp, mas a empresa respondeu o que quis.

Na essência, escondendo o problema, em vez de esclarecer a população o que estava acontecendo.

Veja a matéria original, publicada no dia 29 de setembro de 2017:

http://www.jornaldafranca.com.br/captacao-do-sapucai-esta-paralisada-e-sabesp-traz-agua-de-restinga-para-franca



Artigos Relacionados