Aeroporto de Franca será desestatizado; falta definir o modelo a ser adotado

Departamento Aeroviário do Estado (DAESP) diz que até fim de março desestatização estará definida

Postado em: em Política

Além de melhorar a utilização dos seus 21 aeroportos existentes no interior do Estado de São Paulo, o DAESP realiza também estudos para definir o modelo mais eficiente de gestão e funcionamento – se privatização, concessão ou PPP (Parceria Público Privada). 

A previsão é que os estudos sejam finalizados em breve. Todo o processo de desestatização dos aeroportos estaduais será concluído no primeiro trimestre de 2020.

O Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (DAESP) informa também que o aeroporto de Franca já está operando com os voos de pequenas aeronaves. 

Desta forma, o DAESP considera que deu andamento às ações necessárias para a revitalização do aeroporto de Franca. Já foram contratados os serviços para implantação de posto de vigilância patrimonial motorizado e câmeras de segurança.

Além disso, estão em andamento as obras de revitalização, bem como, pintura, varrição da pista e ajustes na pista, iluminação do pátio de aeronaves e estacionamento de veículos, reforma da cobertura e pintura do terminal de passageiros, entre outros. 

Mais informações sobre os voos e as operações devem ser obtidas com a empresa aérea. 




Artigos Relacionados