​Cortes de energia elétrica estão suspensos até o dia 22 de junho, diz governo

Em Franca, centenas de consumidores deixaram de pagar suas contas de energia neste período da pandemia

Postado em: em Economia

​O número de consumidores inadimplentes subiu significativamente nos últimos 60 dias em Franca na área de energia elétrica. E diante da situação, muitos deles estão sendo procurados para cortes no fornecimento, já que deixaram de pagar acima de 3 contas.

Embora a CPFL não divulgue os números dos inadimplentes, há informação de que eles cresceram em torno de 30%. E, alguns consumidores mais exaltados têm questionado o corte junto à empresa prestadora de serviços.

O Jornal da Franca consultou a agência regional da CPFL para esclarecer sobre os cortes. Sua assessoria informou que eles deverão ocorrer somente após o dia 22 de junho por causa dos decretos estadual e municipal de enfrentamento da coronavirus. 

A suspensão dos cortes até o dia 22 foi por uma determinação das Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). No entanto, após essa data, as ações de corte podem voltar ao normal.

AVISOS 

Seguindo o estabelecido pelo órgão regulador, a companhia segue enviando os avisos de contas em atraso para seus clientes como forma a deixá-los cientes do débito e possíveis medidas após finalizado o prazo de 22 de junho.

Em nota enviada ao Jornal da Franca a distribuidora também lançou novas formas de pagamento em apoio aos clientes.

Cabe lembrar que a suspensão de cortes por inadimplência é válida apenas para clientes residenciais e rurais, além de serviços essenciais e de saúde. Clientes comerciais e industriais não estão contemplados pela medida da ANEEL.

Veja informações sobre cortes neste link:

Veja detalhes sobre os pagamentos neste link:


Artigos Relacionados