Corrida e bicicleta podem te fazer mais feliz do que o dinheiro, diz estudo

O resultado da pesquisa foi o seguinte: as pessoas mais ativas eram mais felizes no seu dia a dia

Postado em: em Comportamento

​Muitas pessoas acordam cedo todos os dias para ganhar dinheiro e… conquistar a felicidade. Porém, parece que ela está em outro lugar: na atividade física. 

De acordo com pesquisas das universidades de Yale e Oxford, os exercícios físicos podem fazer você mais feliz do que o dinheiro.

Os participantes do estudo, publicado no The Lancet, foram questionados: “quantas vezes você se sentiu mal mentalmente nos últimos 30 dias, por exemplo, devido a estresse, depressão ou problemas emocionais?”.

A vida diária das pessoas também foi avaliada. Muitas faziam tarefas domésticas e realizavam atividades físicas — como correr e andar de bicicleta —, disse o Business Insider.

O resultado foi o seguinte: as pessoas mais ativas eram mais felizes no seu dia a dia.

“Os cientistas descobriram que, enquanto aqueles que se exercitam regularmente tendem a se sentir mal por 35 dias por ano, os participantes não ativos se sentem mal por 18 dias mais, em média.”

Além disso, as pessoas que praticavam algum tipo de atividade física por dia se sentiam mais felizes do que aquelas que ganhavam 25 mil dólares ou mais por ano, mas que não se exercitavam.

Mas atenção, exercitar-se demais também pode ser prejudicial, mesmo que pareça contraditório. 

“A relação entre a duração do esporte e a carga mental tem forma de U”, disse o autor do estudo, Adam Chekroud, da Universidade de Yale, em entrevista ao Die Welt.

Segundo a pesquisa, exercitar-se três a cinco vezes por semana, durante 30 a 60 minutos, é o mais saudável. 

A saúde mental diminui quando as sessões de exercício excedem três horas por dia, pois elas levam o corpo ao seu extremo.


Artigos Relacionados