Corinthians já supera suas derrotas do primeiro semestre do ano passado

Derrota para o Santo André foi o terceiro tropeço do time alvinegro na temporada

Postado em: em Futebol

O Corinthians já perdeu mais em 2018 do em todo o primeiro semestre de 2017. Com a derrota para o Santo André por 2 a 1, na sexta-feira, no Bruno José Daniel, o time comandado por Fábio Carille acumulou o seu terceiro tropeço na temporada, contra dois dos primeiros seis meses do ano anterior.

Campeão paulista e brasileiro em 2017, quando estava sob desconfiança e era tido como a quarta força do Estado, o Corinthians ainda tenta se reconstruir em 2018. Carille tem lamentado o curto período de preparação para, por exemplo, fazer o lateral esquerdo Juninho Capixaba se aprimorar defensivamente na vaga aberta por Guilherme Arana e encontrar o substituto ideal de Jô, já que Kazim e Júnior Dutra ainda não têm convencido na função.

Na Copa Flórida, que serviu de teste para a formação com apenas um volante (Gabriel) e para as novidades na lateral esquerda e no comando do ataque, o time amargou uma goleada por 4 a 2 para o escocês Rangers – com a ressalva de que havia feito 2 a 0 com os seus titulares no primeiro tempo, antes de sofrer uma brusca queda de rendimento com os reservas no segundo.

A segunda derrota no ano ocorreu logo no jogo seguinte, o de estreia no Campeonato Paulista. Jogando no Pacaembu em função da reforma do gramado de Itaquera, o Corinthians levou 1 a 0 da Ponte Preta, justamente a sua vítima na decisão do Estadual passado.

Houve uma melhora considerável nas rodadas posteriores, com direito a uma goleada por 4 a 0 sobre o São Caetano e a uma vitória em clássico, 2 a 1 em cima do São Paulo, mas o time voltou a perder na véspera do Carnaval, no ABC.

O Santo André foi também um dos dois algozes do Corinthians no primeiro semestre de 2017. Em Itaquera, em 11 de fevereiro daquele ano, os donos da casa estiveram irreconhecíveis e caíram por 2 a 0, com gols Edmílson e Claudinho, jogador que passou pelo clube paulistano. Outro ex-corintiano definiu o triunfo por 1 a 0 da Ferroviária, na Fonte Luminosa, em 19 de março – Alan Mineiro.


Artigos Relacionados