Copacabana tem nova promessa de entrega, agora para o mês de abril

Mutuários aguardam há anos entrega dos mais de 400 apartamentos; mulher morreu esperando entrega

Postado em: em Política

Passado o Carnaval, o prefeito Gilson de Souza (DEM), afeito confesso dos cortejos de Momo, terá de solucionar diversos problemas e situações que vêm se arrastando há anos e prejudicando a população.

Um caso emblemático é o da entrega dos mais de 400 apartamentos do conjunto Copacabana, na região oeste de Franca. 

Gilson de Souza e seu líder informal na Câmara, vereador Corrêa Neves Júnior (PSD), desde o início de seus mandatos, no ano passado, assumiram o compromisso de resolver a situação.

Mas até agora não conseguiram o prometido, que é acabar com uma espera dos contemplados com os apartamentos para ocuparem seus imóveis - em uma novela que já dura quatro anos.

O que se vê são datas que não se concretizam, intermináveis reuniões e desculpas diversificadas, que vão somente causando incredulidade nas famílias que aguardam uma solução.

A nova data prometida para a conclusão das obras e entrega das unidades é o mês de abril. Embora isso gere, novamente, expectativa entre os contemplados, muitos continuam incrédulos. 

Uma situação que ilustra bem o drama é a de uma idosa, que foi sorteada com um apartamento, mas morreu à espera das chaves. Como isso ocorreu antes da assinatura do contrato, os herdeiros não terão direito ao imóvel, que irá para um suplente.


Artigos Relacionados