Contrato com a São José vence em 2019 com tarifa alta e serviços em baixa

Franca tem uma das tarifas mais caras do país e Gilson não cumpre promessa de passagem a R$ 1

Postado em: em Política

A Prefeitura de Franca realizará licitação para o transporte público coletivo no ano que vem. Ostentando o título de uma das passagens mais caras do país, superando inclusive metrópoles como São Paulo e Rio de Janeiro, com tarifas de R$ 4, o município terá a oportunidade de reduzir o valor atual, que é de R$ 4,10, e de promover a melhoria de serviços.

Exemplos de que é possível reduzir não faltam. A​ Prefeitura de Araçatuba, por exemplo, publicou na sexta-feira (22) edital de licitação para o transporte naquele município. 

De acordo com a publicação, a prefeitura aceitará propostas de empresas que garantam tarifa a – no máximo – R$ 3,66. E isso aumentando o valor atual, que é de R$ 3,40, na catraca. 

Será vencedora a interessada que oferecer o menor valor. Araçatuba tem uma mancha urbana semelhante a de Franca e população de quase 300 mil habitantes.

Em Franca, Gilson de Souza (DEM), enquanto candidato, prometeu passagem de ônibus a R$ 1 no fim de semana e redução no valor da tarifa. Porém, além de cumprir apenas parcialmente a primeira promessa e ignorar a segunda, nada mudou no transporte coletivo em benefício da população.

A passagem aumentou de R$ 3,80 para R$ 4,10; cobradores foram demitidos, à revelia do contrato; são frequentes as reclamações de atrasos e de mau atendimento por funcionários da Empresa São José, ônibus sujos, "matança" de corridas, entre vários outros problemas.

Para o edital do ano que vem, além de buscar um valor justo para a tarifa, Gilson de Souza poderá trabalhar em prol da população implantando também serviços melhores. Uma boa sugestão, partida do vereador Tony Hill, é a implantação de câmeras de monitoramento nos ônibus. 


Artigos Relacionados