Com forte personalidade, estilo Boho é uma das tendências para a decoração

Estilo tem características étnicas, hippie, orientais e punk, mescladas aos estilos romântico e vintage

Postado em: em Mais+

Ele caiu de vez no gosto dos brasileiros, tanto que tem sido referência em muitas decorações de casamentos nos últimos dois anos. Agora, ele surge como forte tendência no design de interiores, com suas características étnicas, hippie, orientais e punk, combinadas a uma união entre os estilos romântico, country e vintage. Trata-se do estilo boho, que deriva da expressão em inglês Bohemian Chic, e se refere ao look boêmio-contemporâneo. O resultado é um estilo cheio de atitude, que requer ousadia na hora de ser incorporado na decoração dos ambientes. “Ele pode ser identificado por meio da mistura de cores e estampas, tudo com muita criatividade e personalidade”, observa a arquiteta Vanessa Vaz Reis.

Assim, nota-se seu caráter ousado; no estilo boho, o importante é ter a mente aberta, não se preocupar demais com cada detalhe da decoração e deixar a criatividade fluir para criar algo natural e pessoal. Então, na hora de decorar sua casa com o estilo boho, não precisa se prender tanto a regras. Porém, é importante se atentar a algumas dicas para deixar seu ambiente cheio de personalidade, mas sem excessos.

Vanessa explica que um material bastante presente no estilo boho é a madeira. Seja em móveis, objetos pequenos ou até mesmo no piso, ela é excelente para compor ambientes despojados e aconchegantes, dando também um toque vintage e rústico, principalmente se forem utilizadas peças antigas de mobília.

É comum ver objetos em pedra, tanto em pequenos itens de ornamentação quanto em móveis, além de capas e cobertas de crochê ou patchwork – artigos feitos à mão que reforçam a natureza artesanal do boho e proporcionam maior conforto e singularidade aos ambientes.

Cores, estampas

Já quando se fala em cores, o boho é marcado por cores vivas e alegres, bem como estampas étnicas e florais. “Em equilíbrio com o marrom, bege e ocre explorados nos móveis, é interessante utilizar as cores primárias – vermelho, amarelo e azul – além do verde, que remete à natureza e passa uma sensação de saúde e liberdade”, orienta a arquiteta. Mas é claro que você pode apostar em cores da sua preferência para deixar seu ambiente do jeitinho que você quer.

De acordo com esse princípio, as chances de errar na decor são muito baixas, mas se ainda assim você não quer que o excesso de estampas e cores deixe o ambiente com aspecto de bagunçado ao invés de decorado, você pode seguir outra dica da arquiteta, que é “usar a base neutra e aí utilizar cores, estampas e materiais do estilo, deixando o ambiente harmônico”.

Como se vê, no caso do boho, a velha máxima de que “menos é mais” não é válida. Um leve exagero, se planejado, é bem-vindo, pois o estilo tem esse visual quase desorganizado, que para conseguir é só deixar a criatividade fluir. Isto porque não existem muitas regras na hora de fazer uma decor boho. Tudo o que você precisa é estar disposto a ousar e encontrar a melhor forma de imprimir a sua personalidade no ambiente, porque esse é um estilo carregado de individualidade. “É um estilo de decoração sensitiva, no qual os seus sentidos vão falar mais alto que sua razão ou qualquer padrão”, define Vanessa.


Artigos Relacionados