Chuvas constantes dificultam ação de limpeza de bocas de lobo em Franca

Mesmo com 3 equipes, dificuldade é maior por conta do aumento da demanda no período chuvoso

Postado em: em Obras

As constantes chamadas recebidas pela Secretaria de Serviços e Meio Ambiente, sobre as ocorrências envolvendo bocas de lobo obstruídas por toda a cidade continua sendo um dos grandes desafios do setor de manutenção da pasta. 

Mesmo com uma rotina de 3 equipes aparelhadas para essas intervenções, dado a complexidade de algumas situações, está cada vez mais difícil fazer frente as demandas que aumentam consideravelmente nesse período chuvoso.

 A secretaria de Serviços e Meio Ambiente, que mantém um trabalho permanente de podas e recolhimento dos resíduos, atuando nas principais praças e demais áreas públicas, que também coordena os serviços de varrição das ruas feito pela empresa concessionária, apela aos moradores para que façam a sua parte, não atirando materiais descartáveis nas calçadas e terrenos baldios, de tal forma que com a ocorrência das chuvas possam ser arrastados para as redes de galerias.

Na maioria dos casos atendidos, tanto na área central como nos diferentes bairros, a causa dos entupimentos são pedaços de móveis, placas de concreto (restos de construção), e até guarda-chuva, além das sacolas com lixo e muita sujeira que as pessoas varrem para os bueiros. 

Isso vai se acumulando, juntando com as folhagens e, com a chuva, provoca as obstruções, gerando rompimento da tubulação e as consequências que envolve danos no asfalto e até inundações de residências.

As situações com bocas de lobo entupidas devem ser avisadas na Secretaria de Serviços e Meio Ambiente, pelo telefone: 3711-9440. As reclamações recebidas com os endereços são prioritariamente visitadas pelos encarregados, que fazem uma avaliação preliminar de cada caso e incluídas na programação de reconstrução.


Artigos Relacionados