Com benefícios físicos, mentais e espirituais, Kung fu atrai interesse em Franca

Sem restrição de idade, em Franca, o esporte é um dos mais procurados; no estado são mais de 10 mil adeptos

Postado em: em Mais+

Adultos, crianças e jovens interagem nas aulas de kung fu, uma premissa para todos aprenderem a respeitar e entender o limite do outro

Ele surgiu há mais de cinco mil anos na China, mas ainda hoje continua atraindo o interesse de crianças, jovens e adultos, por conta de suas poderosas técnicas de defesa pessoal, filosofia oriental, tradição e respeito, gerando equilíbrio do corpo e da mente dos que o praticam. A sua prática se espalhou pelo mundo e houve até mesmo uma série de televisão exibida nos Estados Unidos e em vários países há alguns anos, fazendo do seu ator um sucesso mundial.

No estado de São Paulo, estima-se que existam mais de 10 mil adeptos do kung fu. Sem restrição de idade, em Franca, o esporte é um dos mais procurados. “O kung fu é uma arte marcial completa, uma atividade física extraordinária, uma filosofia de vida em prol do autoconhecimento”, observa Carlos Camargos, aluno do Sifu Guilherme Duzi - representante oficial do Instituto de Kun Fu Brendan Lai Núcleo Franca – e instrutor e responsável pela escola, que existe em Franca há quase 11 anos, treinando e formando os praticantes.

O esporte melhora a atenção, a percepção, amplia o senso de espaço e direção, aprimora os reflexos, a coordenação motora

Por não ser voltada somente à defesa pessoal ou combate, mas ser também complementar à saúde física, mental e espiritual através de exercícios, disciplina e raciocínio, o kung fu é procurado em Franca por pessoas de ambos os sexos. “Em nossa escola trabalhamos com a faixa etária de seis a 55 anos. Algumas pessoas buscam a atividade física, outras vêm em busca de defesa pessoal. O meu trabalho é direcionar o praticante para o equilíbrio”, diz Carlos.

De onde vem

 A palavra kung fu tem vários significados: mestria, habilidade, eficiência, domínio alcançado com o tempo, trabalho duro, habilidade adquirida mediante treinamento, entre outros. Combina ginástica completa para todo o todo o corpo. Movimentos denominados taolu - mandarim - e kuen tou – cantonês -, empregam sequências baseadas em movimentos de animais para aumentar a atenção, agilidade e flexibilidade. A prática do kung fu exige que os ensinamentos influenciem no dia a dia, em cada aspecto da vida do praticante. “O longo tempo dedicado à prática de artes marciais me levou a entender que não depende muito a arte marcial, esporte ou atividade física que você escolha para praticar, e sim o trabalho que você está disposto a desempenhar dentro desta escolha”, pondera o instrutor.

O kung fu também trabalha na busca da superação dos limites e cada conquista pessoal exercita a autoestima do praticante

Por isso, é comum ouvir que o kung fu não é apenas um esporte, uma vez que foi criado com fundamentos marciais e usado por tanto tempo como arte de guerra. “A grande riqueza dessa arte é sua capacidade de transformação, tudo o que você faz é kung fu, trabalho/dedicação”, comenta Carlos.

No Instituto de Kun Fu Brendan Lai Núcleo Franca as turmas são divididas em kids e adultos e os métodos de graduação são diferentes: o Sifu – professor – direciona a aula conforme a necessidade do aluno. Cada aluno tem um tempo e uma visão sobre sua busca, que deve ser respeitado; as graduações são feitas de acordo com essa evolução, mas o aluno mais graduado também deve treinar com o mais novo e assim consecutivamente, um aprendendo a respeitar e entender o limite do outro. “Geralmente são duas aulas na semana e a duração de cada aula pode variar um pouco de acordo com a intensidade do treinamento, de uma hora à uma hora e meia”, diz o instrutor.

Porque o kung fu

São muitos os benefícios do kung fu. O exercício é uma excelente escolha para quem quer aliar defesa pessoal e a filosofia oriental com a perda de calorias, por exemplo. Como é uma atividade física de treinamento intenso e que exige um esforço de todo o corpo, a aula de uma hora e meia pode queimar de mil a 1,5 mil calorias do praticante. Além disso, o kung fu trabalha na busca da superação dos limites e cada conquista pessoal exercita a autoestima do praticante.

O instrutor Carlos Camargos está no Instituto Brendan Lai Núcleo Franca há 11 anos e comemora o aumento do interesse pelo kung fu

É uma arte marcial que trabalha a mente e o físico de forma integrada e equilibrada. Uma das principais filosofias chinesas diz que a mente e o corpo devem estar unidos e ligados para encontrar o equilíbrio ideal e a paz interior. O primeiro benefício que se pode ter com qualquer tipo de atividade física, seja um esporte ou arte marcial, é o prazer de se estar fazendo algo que realmente goste de fazer, a capacidade de ser tolerante, treinar em grupo, respeitar e ultrapassar limites, tanto os seus quanto os dos outros. A evolução física, emocional e mental vai depender dessa satisfação, porque o extremo de um é o desequilíbrio do outro.

E os benefícios não param por aí. O esporte melhora a atenção e o senso de percepção, amplia o senso de espaço e direção, aprimora os reflexos, aumenta a flexibilidade dos membros envolvidos, bem como a coordenação motora, já que um praticante precisa ser flexível para realizar todos os movimentos, proporciona o autoconhecimento, estimula a autoconfiança, melhora o equilíbrio emocional e permite a interação com outros praticantes, incentivando a socialização. E apesar de ser uma luta, o kung fu não incentiva a violência e ainda ajuda a superar os próprios desafios.

NO FOCO

Instituto de Kun Fu Brendan Lai Núcleo Franca

Rua Major Moura Matos, 932, Vila Rezende

Telefone (16) 99254-2051



Artigos Relacionados