Com aumentos, veja o que mais pode pesar no seu bolso para a ceia de Natal

Alta do dólar puxa preços do bacalhau, frutas natalinas, azeites, azeitonas, grão de bico e lentilhas

Postado em: em Economia

A ceia de Natal vai ficar mais cara para o consumidor neste ano. Pesquisa realizada pelo Procon revela que dos 34 produtos mais procurados no período, 30 tiveram os preços elevados em relação à pesquisa de 2018.

Entre os itens pesquisados, nenhum manteve o preço e quatro baixaram o valor. O pernil suíno com osso é o produto que mais vai pesar no bolso, já que foi o item que teve a maior alta no valor, um aumento de 73,43%. O quilo passou de R$ 7,49 para R$ 12,99. O segundo item que ficou mais caro é a ave tipo chester, com alta de 42,92%.

Apesar da alta entre os produtos da ceia natalina, a pesquisa revela que vale a pena fazer uma pesquisa antes de comprar, já que os preços variam bastante entre um estabelecimento e outro.

A maior diferença de preço entre um estabelecimento e outro foi registrada no espumante. De uma loja para outra, a variação pode chegar a 400,73%, já que o mesmo produto pode ser encontrado por R$ 6,89 e R$ 34,50. O quilo do bacalhau também apresentou uma diferença grande, de 89,55%, podendo ser encontrado por R$ 26,90 e R$ 50,99.

No caminho contrário, o queijo provolone foi o que apresentou a maior queda no preço. Em 2018, o quilo do queijo custava R$ 66,69 e atualmente é possível encontrar por R$ 49,90, resultando em uma queda de 25,18% entre um ano e outro.

A alta do dólar seria uma das justificativas para os aumentos.


Artigos Relacionados