MAIS SOBRE A MÚSICA

Postado em: - Atualizado em:

“SÉRGIO SAMPAIO”

Voltando ao assunto : Sérgio Sampaio, classificado juntamente com Tim Maia, Raul Seixas e alguns outros como sendo um dos compositores “malditos” da nossa música, viveu pouco e produziu, digamos, bem. 

Deixando a carreira de radialista em sua terra, Cachoeiro do Itapemirim, mesma cidade natal de Roberto Carlos, filho de Raul Gonçalves Sampaio, maestro de banda e compositor (é de sua autoria Cala a Boca, Zébedeu), veio a conhecer o sucesso no Rio de Janeiro, pelas mãos de Raul Seixas, de quem se tornou grande amigo. Ao lado de Raul, lançou, em 1971, o álbum “Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão Das 10”, do qual participam Miriam Batucada e Edy Star. Compôs músicas de relativo destaque na época, gravadas pelo Trio Ternura, José Roberto, Renato e Seus Blue Caps e Tony e Frankie. Seu primeiro “compacto simples” contendo as músicas “Classificados nº 1” e “Não Adianta” não chegou a ser muito conhecido, até que, em 1972, lançou “Eu Quero é Botar Meu Bloco Na Rua”, música participante do IV Festival Internacional da Canção,  alcançando projeção nacional e tornando-se um dos maiores sucessos do carnaval de 1973, valendo-lhe o Troféu Imprensa como revelação de 72, na Rede Globo, quando lá ainda trabalhava Sílvio Santos. O tamanho do sucesso da música assustou o compositor e cantor, que se tornou arredio e paranóico, quase abandonando a carreira.

Após alguns discos gravados, incluindo-se “Meu Pobre Blues”, afastou-se das atividades artísticas. Boêmio por natureza, viria a enfrentar diversos problemas de saúde, caindo no ostracismo e, retornando às lides, suas apresentações ficaram restritas apenas a pequenas apresentações no circuito universitário e pequenos bares e boates. 

Entretanto, sua obra acabou por ser incluída entre as mais admiráveis no contexto da música brasileira. Futurista à sua época, suas composições incursionam por vários estilos, indo do samba ao choro, passeando pelo rock’n’roll e o blues, chegando às baladas românticas e, às vezes, ásperas. A poética de suas criações traz elementos de Augusto dos Anjos e Kafka, de quem era leitor e admirador.

Entre algumas de suas notáveis canções podemos destacar ainda “Pobre Meu Pai”, “Viajei de Trem”, “Velho Bandido” e  “História de Um Boêmio (Um Abraço no Nelson Gonçalves)”.

Diz-se que teria participação na autoria de “Cowboy Fora Da Lei”, sucesso de Raul Seixas, sendo esquecido por este ao registrar os créditos da música, mas perdoado por Sérgio, pelo erro.

Em 2006,Sérgio Natureza, cantor e compositor e amigo íntimo de Sampaio, organizou e gravou o disco de tributo “O Balaio do Sampaio”, com produção de Zeca Baleiro e contando com participações do próprio Zéca, Eduardo Dusek, Chico César, Lenine e vários outros artistas.

Sérgio Sampaio faleceu em 1994, com pancreatite, no Hospital IV Centenário, em Santa Tereza, Rio de Janeiro, aos 47 anos.

“CANDEEIRO PIZZA BAR”

Está chegando ao fim nossa primeira temporada com  o show “Releituras”.  Acontece nesta quinta, dia 8, nossa última apresentação no “Candeeiro”, a partir das 20 horas.

Queremos reiterar nossos agradecimentos a todos os amigos que  têm nos honrado com suas presenças, nos prestigiando e incentivando. 

E, claro, nesta quita-feira, não abrimos mão de sua companhia !

O “Candeeiro Pizza Bar” fica na Av. Dr. Antonio Barbosa Filho, nº 809 – Jardim Francano.

Franca – SP.

BENY CHAGAS MUSIC SHOW

Mais Brasil FM – 101,3 Mhz – Franca, SP : sábado e domingo às 10h.

radionovaip.com.br – Ribeirão Preto - SP : diversos horários aleatórios

ponto1000-Brasil.com – Ribeirão Preto - SP : Sexta 22h, Sábado 10h e 22h e Domingo 12 e 22h.

portalmusicalfranca.com.br – Franca – SP : Domingo a Sexta 18h e Sábado 19h.

Rádio Viva Manaus – Web Rádio Studio Y – Manaus – AM – Domingo 18h (20h Brasília).     

Envie suas sugestões para inclusão nos roteiros de programação: (16) 3017-2030, whats app 

(16) 9 8192-6052 e-mails:  [email protected][email protected]


*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras.

MAIS SOBRE A MÚSICA

Postado em: - Atualizado em:

“EU QUERO É BOTAR MEU BLOCO NA RUA”

Noite dessas tive a honra de receber a ilustre visita de meu amigo Ulisses Martins Minicucci, acompanhado da família, prestigiando minhas “Releituras”, no Candeeiro Pizza Bar.

Ulisses Minicucci, além de outras elogiáveis atividades, tem tempo pra ser músico (entenda-se cantor, instrumentista e compositor) dos mais laureados no cenário francano, além de já ter produzido e apresentado um dos mais marcantes programas de TV em Franca.

É dele a consagrada “Fim de Carnaval”, em parceria com o saudoso Mazzo Rodrigues Alves, uma das músicas francanas mais cantadas em carnavais em toda a região.

O ilustre visitante me fez lembrar de uma inesquecível apresentação deste humilde colunista metido a cantor, num certo show musical realizado no longínquo ano de 1972, o “Fransom”, época em que eu integrava o não menos consagrado e inesquecível “Conjunto Atlantis”. Naquela noite interpretei uma recém lançada composição de Sérgio Sampaio, intitulada “Eu Quero é Botar Meu Bloco Na Rua”. Ainda meio desconhecida (só músicos como o Ulisses, antenado nas novidades, a conheciam), despertou a atenção da platéia e, graças a Deus, acho que não fiz feio. Tanto que marcou pro meu amigo músico que me intimou a reprisá-la nessa noite no Candeeiro. E consegui me lembrar de letra, harmonia e música. E ficamos satisfeitos !

Mas, e Sérgio Sampaio ? Quem é ele? Quem foi ele? Cadê ele ?


Sampaio é um dos mais genais compositores que já surgiram na MPB, apesar de, hoje em dia, poucos se lembrarem dele. Além de “Bloco na Rua”, Sampaio, tem composições que nos remetema diversos estilos musicais e poéticos. Dono de uma curta mas consistente e produtiva carreira é elogiado por gente do naipe de Erasmo Carlos, Chico César, Zizi Possi e Lenine entre outros grandes nomes da atualidade.

Vou aplicar um truque aqui : vou te convidar pra ler esta coluna semana que vem, quando vou falar um pouquinho a respeito do autor e cantor e de algumas de suas criações.

Posso te adiantar que o cara é afilhado musical de Raul Seixas e é tido como um dos “malditos” da música brasileira. (Coisas da crítica..!)

Por enquanto, vai aqui um trechinho da música-título desta coluna, que cantei e que são de autoria de Sérgio Sampaio :

“Há quem diga que eu dormi de touca/ que eu perdi a boca/ que eu fugi da briga/ Que eu caí do galho/ e que não vi saída/ Que eu morri de medo quando o pau quebrou...”

“VALORES FRANCANOS”

Reginaldo de Alencar, Ito, Tarciso de Oliveira, Juvenil da Lapa, Gato Naldi, Pirola Chicaroni, Anchieta de Freitas, Pitoco, The Devils of Show, Atlantis, Os Milionários, Conjunto Astral...Alguém aí sabe a respeito ?

São ícones da música de Franca, encravados na memória de muita, muita gente !

Estamos pesquisando pra escrever aqui a respeito desses que são verdadeiros pioneiros no cenário musical desta cidade. Muitos se lembram. Muitos precisam conhecer. Aguardem só mais um pouquinho...

“CANDEEIRO PIZZA BAR”

Está chegando ao fim nossa primeira temporada como show “Releituras”. Temos ainda mais duas apresentações : dias 1º e 8 de fevereiro.

Não podemos deixar, de forma alguma, de agradecer, indistintamente, a todos os que têm nos honrado com suas presenças, nos prestigiando e nos incentivando todas as quintas-feiras.

Nossa apresentação acontece a partir das 20 horas.

Não abrimos mão de sua presença !

O “Candeeiro Pizza Bar” fica na Av. Dr. Antonio Barbosa Filho, nº 809 – Jardim Francano.

Franca – SP.

BENY CHAGAS MUSIC SHOW

Mais Brasil FM – 101,3 Mhz – Franca, SP : sábado e domingo às 10h.

radionovaip.com.br – Ribeirão Preto - SP : diversos horários aleatórios

ponto1000-Brasil.com – Ribeirão Preto - SP : Sábado 10h e 22h e Domingo 12 e 22h.

portalmusicalfranca.com.br – Franca – SP : Domingo a Sexta 18h e Sábado 19h.

Rádio Viva Manaus – Web Rádio Studio Y – Manaus – AM – Domingo 18h (20h Brasília).

Envie suas sugestões para inclusão nos roteiros de programação: (16) 3017-2030, whats app

(16) 9 8192-6052 e-mails:[email protected]/[email protected]


*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras.

MAIS SOBRE A MÚSICA

Postado em:

“ONDE ESTÃO OS TAMBORINS”


História curta e grossa de um samba. Carnaval taí, pertinho, daí, a gente tem vontade de se ligar no assunto e acaba achando algo bem interessante porá quem é amante das curiosidades da MPB.

Era véspera do carnaval de 1946 e a tradicional escola de samba Mangueira estava quieta, silenciosa. Às escuras, sem qualquer sinal de animação. Tal cena comoveu o compositor Pedro Caetano (1911-1992), que sacou de lápis e papel e se pôs a escrever um samba cuja letra reclamava do marasmo que a escola atravessava na ocasião, vivendo somente de glórias passadas.

Reclamava também da ausência dos sambas de Cartola, na época, sumido do morro.

Lançado um ano depois pelos “Quatro Ases e Um Coringa”, “Onde Estão Os Tamborins” seria ao grande samba do carnaval de 1947.

“Mangueira, onde é que estão os tamborins, ó nega ?/ Viver somente do cartaz não chega/ Põe as pastoras na avenida, Mangueira querida...”

Nos  idos dos 70, a cantora Célia trouxe novamente à baila o lindo samba de Pedro Caetano.

Sobre o autor, posso te dizer que assinou mais de 400 composições, entre marchas, sambas, valsas e choros, principalmente na chamada “Era do Rádio”. Apesar de ser comerciante de sapatos por profissão e não ter se dedicado única e exclusivamente à música, teve como parceiros Claudionor Cruz, Pixinguinha, Walfrido Silva, Alcyr Pires Vermelho e Noel Rosa.

Seu primeiro samba de projeção foi composto aos 22 anos com o título de “Foi Uma Pedra Que Rolou”. Lançado em 1934 por Sílvio Caldas no Programa Casé, um dos tesouros do rádio na época foi gravado alguns anos depois pela dupla Joel e Gaúcho.

Outro samba de sua autoria ficou muito conhecido através da voz de Elis Regina : “É Com Esse Que Eu Vou”.

E os tamborins..? Onde estão ?

Pra você apreciar, no link, a cantora Célia e um pequeno trecho de “Onde Estão Os Tamborins”. 

 “TUNICO, O MAGNO”

Ele tem estrada. Tem história. Tem tarimba e maturidade profissional. Músico dos mais competentes, passeia com naturalidade pelas diversas praias sonoras, pricipalmente pela Música Popular Brasileira de qualidade. Escutar o violão e a voz de Tunico Magno traduzindo os sentimentos de Paulinho da Viola, Cartola e outros mestres do nosso cancioneiro é muito prazeroso.

Sozinho ou bem acompanhado, não deixa nada pra ninguém. Sabe tudo, o menino.

Da última vez que o vi nadando de braçada nas águas da boa música, estava acompanhado do percussionista Gabriel Capel. Som na medida !

Por uma série de razões e qualidades, principalmente as musicais, Tunico Magno é daqueles que a gente recomenda e assina embaixo.

Ele é grande e importante no cenário. É Magno. É meu amigo TUNICO !

“CANDEEIRO PIZZA BAR”

Continua nossa temporada com o show “RELEITURAS”, no Candeeiro, toda 5ª, a partir das 8 da noite. Entre os nossos “revisitados” estão Wilson Simonal, Johnny Rivers, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Bee Gees, Paulinho da Viola, Lulu Santos, Wando, Jota Quest, Blood, Sweat & Tears, Milton Nascimento,Benito di Paula, Norah Jones, Tom Jobim, Vinícius, Toquinho, Secos & Molhados, Rita Lee...E por aí afora. Apereça por lá. Não abrimos mão de sua presença !

O “Candeeiro Pizza Bar” fica na Av. Dr. Antonio Barbosa Filho, nº 809 – Jardim Francano.

Franca – SP.

BENY CHAGAS MUSIC SHOW

Mais Brasil FM – 101,3 Mhz – Franca, SP : sábado e domingo às 10h.

radionovaip.com.br – Ribeirão Preto - SP : diversos horários aleatórios

ponto1000-Brasil.com – Ribeirão Preto - SP : Sábado 10h e 22h e Domingo 12 e 22h.

portalmusicalfranca.com.br – Franca – SP : Domingo a Sexta 18h e Sábado 19h.

Rádio Viva Manaus – Web Rádio Studio Y – Manaus – AM – Domingo 18h (20h Brasília).    

Envie suas sugestões para inclusão nos roteiros de programação: (16) 3017-2030, whats app

(16) 9 8192-6052 e-mails:[email protected]/  [email protected]


*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras.

MAIS SOBRE A MÚSICA

Postado em:

“MORRE RAY THOMAS, FUNDADOR DA BANDA MOODY BLUES”


Desses grupos musicais que povoaram nossa adolescência, um que continua habitando nossas mentes durante todas essas décadas é  o Moody Blues.

The Moody Blues, a banda (na época grupo ou conjunto), foi formada em 1964, em Birmingham, na Inglaterra, por Ray Thomas, Mike Pinder, Denny Laine, Graeme Edge e Clint Warwick. No princípio, sua vertente musical foi o rhythm and blues, conforme registrado em seu primeiro álbum, “The Magnificent Moodies, de 1965. Mas depois enveredaram pelos caminhos da música psicodélica e do rock progressivo, sofrendo diversas mudanças em sua formação e no estilo sonoro, acabando por conseguir alcançar sucesso com apresentações bombásticas e um característico som orquestral. Entre suas grandes marcas registradas estão “Nights In White Satin”, de 1967 e “Talking Out Of Turn”, de 1981.

E Ray Thomas, o integrante que contribuiu mais plenamente para os maiores momentos do grupo, desde sua fundação, faleceu de câncer de próstata no último dia 4, aos 76 anos de idade.

Cantava, compunha, tocava flauta, pícolo, gaita, oboé, saxofone, percussão e teclados. Seu solo de flauta na gravação “Nights In White Satin” é tido e havido como um dos mais preciosos do mundo do rock progressivo.

Thomas deixou o Moody Blues em 2002, gravando dois álbuns-solo em 2010, que foram lançados conjuntamente.

Nos últimos anos, mesmo enfermo, andou participando de diversas gravações de outros artistas, como flautista.

Veja o vídeo em preto e branco, dos anos 60, contendo a clássica “Nights In White Satin” dos Moody Blues, destacando Ray Thomas na flauta.


JOSÉ ANDRADE GRAVA MAIS DE SUA VASTA OBRA

Já está em adiantado processo de gravação o terceiro CD contendo criações inéditas do advogado, poeta e compositor santabranquense radicado em Franca, José Andrade Pires. Francano de coração, Andrade já foi, inclusive, presidente da Academia Francana de Letras.


Muito organizado, o compositor catalogou toda a sua obra, desde as primeiras composições e publicou um livro contendo letras e músicas, estas, criteriosamente escritas em partituras pelo laureado violonista francano Luis Carlos dos Santos, que tem em seu currículo a execução de um livro de partituras do já falecido mestre do violão Paulinho Nogueira, de quem foi aluno.

Nos últimos anos o compositor e escritor vem gravando CDs contendo essas criações. Os trabalhos de gravação deste terceiro álbum estão sendo realizados no estúdio do aplaudido cantor e violonista Marcos Prado, já contando com participações de músicos francanos como o tecladista Gil Reis, o violeiro e acordeonista Ronaldo Sabino, o cavaquinista Feijão, o tenor Saulo Couto, a cantora Natalina, o saxofonista, flautista e clarinetista Miroel Piovesan, entre outros ainda não confirmados.

Por nossa conta e pra nossa honra, ficam  5 faixas do CD, que tem o título provisório de “Réstia de Luz”

Na foto da esquerda, Luis Carlos Santos e na da direita, Andrade, Beny e Marcos Prado.

“CANDEEIRO PIZZA BAR”

Continua nossa temporada com o show “RELEITURAS”, no Candeeiro, toda 5ª, a partir das 8 da noite. Entre os nossos “revisitados” estão Wilson Simonal, Johnny Rivers, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Bee Gees, Paulinho da Viola, Benito di Paula, Norah Jones, Tom Jobim, Vinícius, Toquinho, Secos & Molhados, Rita Lee...E por aí afora. Apereça por lá. Não abrimos mão de sua presença !

O “Candeeiro Pizza Bar” fica na Av. Dr. Antonio Barbosa Filho, nº 809 – Jardim Francano.

Franca – SP.

BENY CHAGAS MUSIC SHOW

Mais Brasil FM – 101,3 Mhz – e www.radiomaisbrasil.com - Franca, SP : sábado e domingo às 10h.

radionovaip.com.br – Ribeirão Preto - SP : diversos horários aleatórios

ponto1000-Brasil.com – Ribeirão Preto - SP : Sábado 10h e 22h e Domingo 12 e 22h.

portalmusicalfranca.com.br – Franca – SP : Domingo a Sexta 18h e Sábado 19h.

Rádio Viva Manaus – Web Rádio Studio Y – Manaus – AM – Domingo 18h (20h Brasília).    

Envie suas sugestões para inclusão nos roteiros de programação: (16) 3017-2030, whats app

(16) 9 8192-6052 e-mails:[email protected]/  beny[email protected]


*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras.

MAIS SOBRE A MÚSICA

Postado em: - Atualizado em:

“O SIMPLES E COMPLETO ADONIRAN”


Parece incrível, mas tenho lembranças de coisas e fatos de quando eu tinha muito menos de 3 anos de idade ! Verdade ! E muitas dessas lembranças acabaram por influenciar em alguns de meus gostos e preferências musicais. Uma delas: meu pai ouvia, no rádio, um programa muito engraçado comandado por uma cara (ou era um quadro dentro de um programa denominado “História das Malocas”..?!) chamado Charutinho. Sim, Charutinho. Que, depois, vim a saber que era ninguém menos que um dos mais simplórios e completos compositores da música do Brasil : Adoniran Barbosa. Pois é, o Adoniran consagrado por tantas criações que se tornaram imortais e que são cantadas aos quatro ventos por gente do mais alto calibre entre os grandes da MPB. Então...Eu ouvia Adoniran no rádio quando era ainda um menino de colo e isso ficou impregnado ali na minha memória...

E ele veio a tornar-se o mais popular compositor da cidade de São Paulo, graças ao cunho descritivo e a reprodução simples e perfeita dos linguajares caipira e paulistano italianado, próprios dos ambientes em    que viveu. Essas características, básicas em seu trabalho, podem ser notadas em, seu primeiro sucesso nacional, o samba “Saudosa Maloca”, que narra o episódio da demolição de uma “casa veia”, refúgio de um grupo de desvalidos, para a construção de um “edifício arto”. Espontâneo, espirituoso, personagem ele mesmo de alguns de seus sambas, Adoniran que, conforme cito ali em cima, foi também grande comediante de rádio, é um dos melhores intérpretes de sua própria obra. Talvez só tenha sido igualado pelo conjunto “Demônios da Garoa”, que popularizou “Trem das Onze”, “Iracema”, “Samba do Arnesto” e também “Saudosa Maloca”. Detalhe : esta última, quando gravada pelo próprio Adoniran, havia recebido o título de “Saudade da Maloca”.

Consta que os “Demônios” conheceram Adoniran nos sets de filmagens de “O Cangaceiro” , ocasião em que este fazia uma ponta no filme e o conjunto formava o coro dos cangaceiros.

Entre os grandes artistas que gravaram Adoniran estão Djavan (Aguenta a Mão, João), Elis Regina (Tiro ao Álvaro), Gal Costa (Trem das Onze), Clara Nunes (Iracema), Gonzaguinha (Despejo na Favela)  Roberto Ribeiro (Bom dia Tristeza, esta em parceria com Vinícius de Moraes), e muitos outros.

Recentemente foi lançado um álbum intitulado “Se Assoprar Posso Acender de Novo”, contendo 14 canções inéditas de Adoniran e parceiros, interpretadas por Ney Matogrosso, Fernanda Takai, Kiko Zambianchi, Simoninha e outros.

João Rubinato, aliás, Adoniran Barbosa, nasceu em Valinhos, SP, em 6 de agosto de 1910 e morreu em São Paulo, em 23 de novembro de 1982.

DESIRÊ E JOEL JHOR


Senhoras e senhores, eu vi. E ouvi. Eles estão cada vez mais entrosados e faço questão de jogar confete. O repertório amplo e de muito bom gosto prende a atenção mesmo de quem está por perto sem querer ouvir. Entrosamento de vozes, violão, pandeiro, a técnica de acordo com o ambiente...E carisma.

Quem ouve, não se decepciona ! E eu ouvi, mais uma vez.

CANDEEIRO

Só temos que agradecer ! Ao Marcílio Garcetti, pela confiança no nosso trabalho. E aos nossos queridos amigos freqüentadores, pelo comparecimento e carinho ! Não tem preço, o prestígio com que temos sido presenteados toda quinta no “Candeeiro Pizza Bar”. Ótima pedida para suas horas de lazer, oferece pizza de primeiríssima qualidade (fórmula exclusiva da casa) e a nossa música .

Às 5ªs feiras, a partir das 20h, em nossas “Releituras” musicais, revisitamos e interpretamos à nossa maneira, consagrações nacionais e internacionais de nomes como  Chico César, Belchior, Burt Bacharach, Wilson Simonal, Jair Rodrigues, Norah Jones, Ray Charles,Tom Jobim, Tim Maia, Paulinho da Viola, Bee Gees, Elvis Presley, Louis Armstrong, Elton John, Beatles, Roberto Carlos, Raul Seixas, Chico Buarque, Cassiano, Hyldon, Domenico Modugno, Frank Sinatra,  Toquinho, Vinícius de Moraes e muitos, muitos outros.

Não abrimos mão de sua presença !

O “Candeeiro Pizza Bar” fica na Av. Dr. Antonio Barbosa Filho, nº 809 – Jardim Francano

Franca – SP.

BENY CHAGAS MUSIC SHOW

Mais Brasil FM – 101,3 Mhz – e www.radiomaisbrasil.com - Franca, SP : sábado e domingo às 10h.

radionovaip.com.br – Ribeirão Preto - SP : diversos horários aleatórios

ponto1000-Brasil.com – Ribeirão Preto - SP : Sábado 10h e 22h e Domingo 12 e 22h.

portalmusicalfranca.com.br – Franca – SP : Domingo a Sexta 18h e Sábado 19h.

Rádio Viva Manaus – Web Rádio Studio Y – Manaus – AM – Domingo 18h (20h Brasília).    

Envie suas sugestões para inclusão nos roteiros de programação: (16) 3017-2030, whats app

(16) 9 8192-6052 e-mails:[email protected]/  [email protected]


*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras.

MAIS SOBRE A MÚSICA

Postado em: - Atualizado em:

“CABELOS LONGOS, IDÉIAS CURTAS”

Meu inoxidável amigo Valdes Rodrigues, como sempre, líder de audiência, nos meus tempos de menino, levava ao ar pela PRB-5, Rádio Clube Hertz de Franca, seu “Disc-Jovem”, programa em que focalizava os grande êxitos musicais, num tempo em que nem se sonhava com internet e só os bons conseguiam obter e tocar os melhores discos dos melhores artistas do mundo. E isso fazia com que a gente, amante da arte, vivesse grudado no rádio e no telefone, pra pedir e ouvir as maiorais da moda.

E foi nesses shows musicais do Valdes que eu ouvi uma banda (na época, “conjunto”) que copiava os Beatles e se chamava Brazilian Bitles, e que gravava versões de sucessos não só dos 4 Fabulosos de Liverpool, mas também de outros grandes nomes da música mundial.

Uma dessas versões era “Cabelos Longos, Idéias Curtas”, do original francês “Cheveux Longs Et Idées Courtes”, que me chamou a atenção e, nem sei por que, até certo ponto me levou a me ligar no rock, que, até então, não me fazia muito a cabeça. Talvez pelo “que” de protesto contido no texto e isso me fascinava à época. Contestava as críticas ao uso de cabelos compridos pela rapaziada e, como aí eu me incluía, obviamente fui cutucado !

E conheci então o Elvis Presley francês, Johnny Haliday, que estava “estourado” em 1966 com a citada música. E eu, candidato a “crooner”, procurava me inteirar de todas as canções mais cantadas no mundo. E esse cara me levou a correr atrás de dicionários e fontes ricas em informações acerca do francês, pra não cometer gafes ao cantar. E atrás de “Cheveux Longs...” vieram “Que Je T’aime”, “Noir C’est Noir”, que ficou também famosa como “Black is Black, através de Los Bravos, “Retiens La Nuit” e muitas outras...


Pois é, esse cara, após transformar-se numa verdadeira lenda da música francesa, acabou de deixar o planeta. Johnny Halliday faleceu no último dia 6, aos 74 anos, após lutar por vários meses contra um câncer no pulmão, que já estava em fase de metástase.

Filho de pai belga e mãe francesa, o astro vendeu mais de 100 milhões de discos ao longo de quase 58 anos de carreira. Cantor, compositor, ator, astro de comerciais, poderíamos dizer que foi na França o que Roberto Carlos foi e ainda é aqui para nós, para os da minha geração...

Entre seus cinco casamentos, um foi, nos anos 60/70, com a estrela da música Sylvie Vartan, de grande sucesso com a canção “Irresistiblement” e com quem esteve no Brasil, no início dos anos 70.

Passeando das baladas românticas, rock e pop até o blues com a mesma naturalidade, lotou estádios até o fim da cerreira, pouco antes de anunciar a doença que o levaria à morte.

Jean-Philippe Smet (seu verdadeiro nome) encantou três gerações de fãs e foi o símbolo da chamada “La Generation Perdue” e deixou sua marca registrada na calçada por onde caminharam os maiores talentos da música mundial.

CANDEEIRO

Nossas apresentações no “Candeeiro Pizza Bar” nos enchem de satisfação. Casa cheia toda semana!

Um dos mais conceituados estabelecimentos noturnos de Franca, comandado pelo competente Marcílio Garcetti, o “Candeeiro” é uma ótima pedida para suas horas de lazer. Pizza de primeiríssima qualidade, fórmula exclusiva da casa.


E, às 5ªs feiras, a partir das 20h, nossos amigos nos brindam com suas presenças pra ouvirem nossas “Releituras” musicias.  Revisitamos e interpretamos à nossa maneira, consagrações nacionais e internacionais de nomes como  Tom Jobim, Tim Maia, Paulinho da Viola, Bee Gees, Elvis Presley, Louis Armstrong, Elton John, Beatles, Roberto, Raul Seixas, Belchior, Chico César, Chico Buarque, Cassiano, Hyldon, Toquinho, Vinícius de Moraes e muitos, muitos outros.

Não abrimos mão de sua presença !

O “Candeeiro Pizza Bar” fica na Av. Dr. Antonio Barbosa Filho, nº 809 – Jardim Francano

Franca – SP.

BENY CHAGAS MUSIC SHOW

Mais Brasil FM – 101,3 Mhz – e www.radiomaisbrasil.com - Franca, SP : sábado e domingo às 10h.

radionovaip.com.br – Ribeirão Preto - SP : diversos horários aleatórios

ponto1000.com – Ribeirão Preto - SP : Sábado 10h e 22h e Domingo 12 e 22h.

portalmusicalfranca.com.br – Franca – SP : Domingo a Sexta 18h e Sábado 19h.

Rádio Viva Manaus – Web Rádio Studio Y – Manaus – AM – Domingo 18h (20h Brasília).    

Envie suas sugestões para inclusão nos roteiros de programação: (16) 3017-2030, whats app

(16) 9 8192-6052 e-mails:[email protected]/  [email protected]


*Esta coluna é semanal e atualizada aos domingos.

MAIS SOBRE A MÚSICA

Postado em: - Atualizado em:

“DÉO LOPES – O ETERNO MENINO”


DÉO LOPES. Conheci esse cara através de um grupo de entusiastas da música de Franca, lá pelos idos dos 70. Eram meus amigos compositores Zé Andrade, Waltinho Chimello e Yara, esta também cantora e violonista. E dá-lhe festival ! Um atrás do outro. E muitas conquistas.

Numa dessas edições, encantei-me com “A Baiana”, do Déo, que ganhou também a torcida e mora até hoje na minha memória musical.

Natural de Santo Antônio da Alegria, o menino bateu asas e foi pra Capital, onde conheceu um punhado de grandes talentos e acabou por se enturmar e conquistar um precioso espaço no concorrido e apaixonante mundo da arte musical.

Em 1980, gravou seu primeiro álbum, o LP “Voar”, no qual contou, de cara, com grandes parceiros, como Ronaldo Rayol, Irene Portela, Teco Fuchs e Toninho Veríssimo, com quem assina a canção que dá título ao disco. Seguiram-se: “Canticorda”, em 1982; “Certos Caminhos”, em 1984; “Relação Natural”, em 1988 e “Noite Cheia de Estrelas”, em 1993.

Durante esse período, Déo conheceu e trabalhou com outros tantos grandes músicos da música brasileira, como Zé Gomes, Dércio Marques, Célio Piazza, Helter Maia, Markú Ribas, Mirian Mirah, Antonio Carlos Carrasqueira, Duofel e Ná Ozzeti, além do violonista argentino Juan Falú.

Em 1987. o saudoso cantor Jessé gravou o LP “ETERNO  MENINO”, obviamente contendo a composição do mesmo nome, de autoria de Déo Lopes em parceria com Célio Piazza.

Déo integra ainda o time do “Trem da Viração”, grupo que se apresenta focando a sonoridade e o espírito das festas tradicionais brasileiras, unindo bom humor e dança de forma natural, sem perder a sintonia com o universo da música popular contemporânea.

Vou falar do grupo numa das próximas edições desta coluna.

Déo Lopes comemora 35 anos de carreira percorrendo o Brasil com o concerto “Orgânico”, um trabalho acústico no qual faz uma reflexão de sua trajetória e enfatiza as melhores composições de sua carreira.

Acordeon, violão, bandolim, cavaquinho, viola de 10 cordas, flauta transversal, violoncelo e baixolão são os instrumentos utilizados pelos músicos incumbidos de criarem sonoridade e clima muito especiais para o concerto, que tem arrancado aplausos e elogios onde é apresentado.

Déo Lopes é convidado constante em diversos programas de TV, principalmente no consagrado Sr. Brasil, de Rolando Boldrin.

CANDEEIRO

Nossa primeira apresentação no “Candeeiro Pizza Bar” nos encheu de satisfação. Casa cheia.

Um dos mais conceituados estabelecimentos noturnos de Franca, capitaneado pelo competente Marcílio Garcetti, o “Candeeiro” é uma ótima pedida para suas horas de lazer.

E, às 5ªs feiras, a partir das 20h, apresentamos nosso show “Releituras”,  quando revisitamos e interpretamos à nossa maneira, consagrados sucessos nacionais e internacionais, passando por Tom Jobim, Tim Maia, Paulinho da Viola, Bee Gees, Elvis Presley, Louis Armstrong, Elton John, Beatles, Raul Seixas, Belchior,  e muitos, muitos outros.

Não abrimos mão de sua presença !

O “Candeeiro Pizza Bar” fica na Av. Dr. Antonio Barbosa Filho, nº 809 – Jardim Francano

Franca – SP.

BENY CHAGAS MUSIC SHOW

Mais Brasil FM – 101,3 Mhz – e www.radiomaisbrasil.com - Franca, SP : sábado e domingo às 10h.

radionovaip.com.br – Ribeirão Preto - SP : diversos horários aleatórios

ponto1000.com – Ribeirão Preto - SP : Sábado 10h e 22h e Domingo 12 e 22h.

portalmusicalfranca.com.br – Franca – SP : Domingo a Sexta 18h e Sábado 19h.

Rádio Viva Manaus – Web Rádio Studio Y – Manaus – AM – Domingo 18h (20h Brasília).    

Envie suas sugestões para inclusão nos roteiros de programação: (16) 3017-2030, whats app

(16) 9 8192-6052 e-mails:[email protected]/  [email protected]

*Esta coluna é semanal e atualizada aos domingos.

MAIS SOBRE A MÚSICA

Postado em: - Atualizado em:

“HELTON SILVA - O MAGO”

Você sabia que o violão já foi um instrumento maldito e marginalizado? E que quem tocava violão era igualmente mal classificado, taxado de desocupado, malandro e coisa e tal ?  Pois é..!

Ainda bem que meu prezado e admirado amigo Helton Silva veio ao mundo depois dessa fase aí. Chegou na era do violão tido como instrumento nobre. E executado por nobres, como ele !

É um dos instrumentistas mais aplicados que já conheci até hoje. Tenho a imensa honra de tê-lo entre meus amigos músicos. O cara começou no mundo da arte de executar as mágicas cordas de um violão impulsionado por outro particular amigo, o Denílson Miller, hoje atuando em estúdios de São Paulo com muito sucesso. Além de violonista, Helton é guitarrista, compositor e arranjador dos mais conceituados e reconhecidos de hoje, sem falarmos que antes do violão estudou saxofone, ali por volta dos 9 anos de idade.

Formado em música pela Universidade Federal de Uberlândia(MG), carrega imensa bagagem, acumulada ao longo de anos e anos dedicados à nobre arte e graças à participação em inúmeros projetos. Realizou diversos trabalhos, participando de diferentes formações, grupos e gravações e acompanhado cantores e outros instrumentistas.

Em 2010 gravou seu primeiro CD , “HELTON SILVA MAIS PERTO (CLOSER)”. Logo em 2015 partia para a realização do segundo trabalho em estúdio, surgindo “ONE”, contando com as parcerias do baixista Yuri Popoff e do baterista Márcio Bahia. Irrequieto, produz e grava em 2016, ao lado do amigo e baixista Dudu Lima, o CD “Helton Silva & Dudu Lima-Um Trem Pra Minas”, com a participação de vários nomes representativos no meio musical, como o saxofonista Marcelo Martins. O trabalho de Helton (todos os discos) é distribuído pela Tratore.

Neste ano de 2017 lançou virtualmente o DVD “Helton Silva & Banda”, gravado em 2011, acessável através do link  ()

Helton Silva orgulha-se de já haver dividido palco com gente do peso de Yuri Popoff, Jorge Helder, Márcio Bahia, Carlos Bala, Marcelo Martins, Lena Horta, Jorginho Trompete, Dudu Lima, Budi Garcia, Jessé Sadoc, Bob Wyatt, Paulinho “Pinduca” Vieira, Ricardo Matsuda, Raul “Cello” de Barros, Mauro Garcia e o nosso saudoso e querido maestro Laércio Piovesan, o Laércio de Franca.

Em seu currículo, encontramos o registro de participações importantes em grupos e bandas, como a Oequestra Laércio de Franca, Kajazz e Mistura Fina.

Participou de festivais nacionais e internacionais, como, por exemplo, “Festival do Cerrado”, o aclamado “Festival Internacional de Cultura e Gastronomia de Araxá” e diversos outros.

Perguntado sobre suas principais e mais importantes influências, “Heltinho” nos responde : Tom Jobim, Herbie Hancock, Toninho Horta, Paulo Russo, Hélio Delmiro, Dave Grusin, John Scofield, Lula Galvão, Wes Montgomery, Pat Martino, Pat Metheny e Ian Guest.

Helton Silva um nobre, um mago do violão e da guitarra, é um dos maiores valores do nosso cenário musical, a quem desejamos vida longa e brilhante !

Na foto em destaque, flagrante em que estamos ao lado de nosso saudoso Laércio de Franca.

CANDEEIRO


No ritmo e no compasso da administração do nosso dileto brother Marcílio Garcetti, o “Candeeiro Pizza Bar” é um dos mais conceituados estabelecimentos noturnos de Franca.

Marcílio é um dos mestres na arte de executar instrumentos de percussão, tendo participado de um sem número de projetos de artistas importantes, como juntamente com o nosso laureado violonista Diego Figueiredo.

À frente de seu “Candeeiro”, o cara mostra que conhece tanto de ritmo quanto de massas e quetais. Está se saindo muitíssimo bem e se consolidando no ramo.

E, pra nossa honra, fomos convidados a apresentar em sua casa, às 5ªs feiras, a partir das 20h, nosso show “Releituras”.É quando revisitamos e interpretamos à nossa maneira pessoal, consagrados sucessos nacionais e internacionais, passando por Tom Jobim, Tim Maia, João Donato, Louis Armstrong, Elton John, John Lennon, Chico César e muitos, muitos outros.

Não abrimos mão de sua presença !

O “Candeeiro Pizza Bar” fica na Av. Dr. Antonio Barbosa Filho, nº 809 – Jardim Francano

Franca – SP.

BENY CHAGAS MUSIC SHOW

Mais Brasil FM – 101,3 Mhz – e www.radiomaisbrasil.com - Franca, SP : sábado e domingo às 10h.

radionovaip.com.br – Ribeirão Preto - SP : diversos horários aleatórios

ponto1000.com – Ribeirão Preto - SP : Sábado 10h e 22h e Domingo 12 e 22h.

portalmusicalfranca.com.br – Franca – SP : Domingo a Sexta 18h e Sábado 19h.

Rádio Viva Manaus – Web Rádio Studio Y – Manaus – AM – Domingo 18h (20h Brasília).    

Envie suas sugestões para inclusão nos roteiros de programação: (16) 3017-2030, whats app

(16) 9 8192-6052 e-mails: [email protected]/  [email protected]


*Esta coluna é semanal e atualizada aos domingos.