Claro aumenta velocidade de internet e libera de graça Wi-Fi pública a todos

A operadora passa a oferecer acesso a todos que desejarem se conectar a internet, mesmo não assinantes

Postado em: em Tecnologia

Diante da pandemia mundial do coronavírus, escolas, faculdades e empresas começaram a deixar seus alunos e funcionários em casa para diminuir as chances de contágio do coronavírus. 

Para que pessoas lidem melhor com essa nova realidade, a operadora Claro decidiu incrementar os pacotes para seus clientes e dar acesso gratuito à internet para qualquer pessoa que quiser usar o serviço de wi-fi público da empresa. 

As novidades estão valendo desde o sábado (14).​

Essa iniciativa tem sido adotada em outros países. O aumento de velocidade para assinantes do serviço de banda larga fixa é a principal vantagem liberada. 

Sem aumentar o preço da mensalidade, a operadora avaliará, por meio de um comitê de crise, a capacidade técnica de sua rede e a evolução dos casos do covid-19 para elevar de forma gradual a velocidade disponibilizada a todos os seus clientes.

O objetivo é proporcionar melhores condições técnicas para quem for usar a banda larga de casa para estudar, trabalhar ou se divertir.

“A demanda adicional virá em período diurno, quando a rede costumava operar abaixo da capacidade, já que as pessoas estariam trabalhando ou na escola". 

"Com isso, a operadora espera que as velocidades médias aumentem durante a manhã”, informou

Rede pública de Wi-Fi

As demais novidades dizem respeito à rede pública de wi-fi da empresa e às pessoas que pagam pacotes de internet móvel. 

Todas elas estão condicionadas à visualização dos vídeos de prevenção ao coronavírus disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

No caso da rede “NET-CLARO-WI-FI”, que pode ser acessada em parques e aeroportos, entre outros locais públicos, a operadora passará a oferecer acesso a todos que desejarem se conectar a internet — inclusive quem não é assinante ou clientes de planos do pré-pago. 

Para isso, basta assistir aos vídeos do Ministério da Saúde.

Para quem tem pacotes de telefonia móvel pré-pagos com a empresa, a novidade é um bônus diário de 100 MB aos clientes que atingirem o limite da franquia de internet.

A regra é a mesma: ver o conteúdo de conscientização produzido pelo Ministério da Saúde.

Aqueles que assinam o serviço pós-pago ganharão uma “concessão gradativa de bônus de internet”. 

O tamanho do bônus irá variar dependendo do plano, mas não conta com a condicionalidade de assistir ao vídeo do ministério.

O aplicativo Coronavírus – SUS, do Ministério, também terá acesso livre, não contabilizado na franquia mensal de internet


Artigos Relacionados